Daily Archives: 12 de Junho de 2012

Cuba: Mulheres cubanas pela saúde e pela vida

Mais de meio milhão de mulheres morrem a cada ano por causas relacionadas com a gravidez e o parto; também elas são muito afetadas pelo HIV/AIDS, sofrem mais infartos, acidentes cerebrovasculares e violência familiar.

Além disso, dedicam mais tempo ao trabalho doméstico e os cuidados do lar, o que as sobrecarga física e mentalmente.

É que as desigualdades sociais, económicas e jurídicas existentes entre ambos os sexos influe nos índices negativos de saúde do setor feminino em quase todos os países.

Em Cuba, graças às transformações políticas, econômicas e sociais ocorridas no país há mais de 50 anos, nas qual as mulheres ocuparam um papel preponderante, se estabeleceu como política respeitar os direitos delas na sociedade, bem como o desenvolvimento de programas de saúde feminina destinados a elevar a qualidade da assistência a este setor populacional.

Dessa forma reconheceram-se os direitos reprodutivos e sexuais delas, se enfatizou o fortalecimento da perspectiva de gênero nos planos sanitários em geral, e em especial os relacionados com a prevenção e a atenção às doenças de transmissão sexual no planejamento familiar, em particular a AIDS, entre outras.

A gratuidade e universalidade dos serviços de saúde, o incremento de sua cobertura e qualidade, bem como a criação de hospitais rurais e lares maternos, contribuíram com o cumprimento dos objetivos propostos.

Dessa forma, a ilha ostenta hoje uma das mais baixas taxas de mortalidade infantil da região das Américas, 4,9 para cada 1.000 nascidos vivos, e um aumento da expectativa de vida ao nascer -78 anos, mais de 80 para as mulheres-, graças ao controle de várias das doenças crônicas não transmissíveis.

A redução da mortalidade materna -atualmente em 29,4-, é um dos objetivos priorizados do Ministério de Saúde Pública, dado que na opinião de especialistas, o país tem o potencial para o reduzi-lo.

Por conta disso, na nação se desenvolve uma estratégia nacional para elevar a saúde das mães, com ênfase na integralidade das ações e sua universalidade.

Entre estas destacam-se aquelas destinadas a garantir um ótimo estado nutricional, bem como todas as condições para que as cubanas levem a cabo sua maternidade da melhor maneira possível.

Aqui se incluem as redes de lares materno-infantil, e os aspectos de proteção legal como a licença-maternidade das trabalhadora.

Também a redução do número de adolescentes gravidas e a relação aborto/parto está contemplada nas metas do organismo sanitário, que busca também diminuir as doenças associadas à gravidez, baixo peso ao nascer, doenças pré-natais.

Infecções respiratórias agudas, acidentes, lactância materna, e diagnóstico precoz do câncer cérvico-uterino (instaurado desde 1968), e de mama (1985), são estratégias que se desenvolvem em caráter nacional.

Existem outras que levam benefícios às mães e aos filhos: o Plano do Médico da Família, dentro da Atenção Primária de Saúde, o Programa de Atenção Integral à Família, o Projeto de Programa de Atenção Integral ao Adolescente.

Para as mulheres de idade média, ema cada município cubano existem clínicas especializadas me climatério e menopausa, encarregadas de oferecer orientação e ajuda às que necessitarem, devido às mudanças sofridas nesta etapa da vida.

No entanto, especialistas como Leticia Artiles, antropóloga, estudiosa dos temas da saúde desde as determinações sociais e de gênero, com frequência diz que as mulheres cubanas “deveriam viver mais”, pois como superam em sobrevida a população masculina, nem sempre se leva em conta o tempo potencialmente perdido pela incidência de determinadas sobrecargas.

Muitas cubanas ocupam-se mais da saúde de sua família que da sua própria, e, como resultado, são afetadas nos campos pessoal, trabalhista e salarial, e desfrutam de menos tempo para si porque existe uma sobrecarga nos papéis.

Por outra parte, as mudanças demográficas que se operam na ilha como resultado da diminuição do índice de natalidade e o incremento da expectativa de vida conduzem a uma população envelhecida -cerca de 18 por cento dos cubanos tem mais de 60 anos.

É de se esperar então que dada a sobre-mortalidade masculina se incremente o número de lares com a presença de mulheres idosas, o que exigirá uma maior atenção por parte dos diferentes atores sociais da comunidade.

Mas não pode se esquecer que as cubanas foram diretamente beneficiadas pelas conquistas obtidas na nação através de uma política social justa, participativa, e de igualdade de possibilidades e oportunidades.

O grau de participação feminina é elevado, não só desde a própria percepção social da mulher como gestora da saúde para a família, assim mesmo visto dentro do sistema institucional.

A maior quantidade de trabalhadores do Sistema Nacional de Saúde são mulheres e a maioria também dos técnicos em enfermagem e dos técnicos médios.

Elas constituem uma importante força no processo econômico, político e social do país; converteram-se em agentes transformadores, em sujeitos ativos igualmente neste campo.

Artigo de PL

Categories: SAÚDE, SOCIEDADE | Etiquetas: | 1 Comentário

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil: Suas pequenas mãos são para aprender e divertir-se.

Cerca de 215 milhões de crianças em todo o mundo são vítimas de trabalho infantil, deles, 153 milhões são entre 5 e 14 anos, de acordo com um relatório pela organização internacional do trabalho (OIT).  Os números refletem uma diminuição de 30% entre 2000 e 2008 nas piores formas de exploração de crianças com idade inferior a 15 anos, no entanto, o ritmo de declínio se torna menos intenso entre 2004 e 2008, de acordo com a denúncia da instituição.

«A crise afeta crianças», diz Joaquín Nieto, responsável por esta organização na Espanha. Enquanto trabalho infantil entre meninas tem sido consideravelmente reduzido, o perigoso trabalho entre os jovens de 15 a 17 anos de idade têm aumentado desde 2008.  Alguns das ‘ piores formas de trabalho “que hoje sofrem quase dez milhões de crianças são o combate militar em guerras, o tráfico de crianças, prostituição ou o uso e bebés como ‘e-mails de drogas’. Além disso, outros trabalhos qualificados como ‘pior’ são a escravidão, servidão (nos que são submergidos quase 6 milhões de meninos ), trabalho forçado ou obrigatório, pornografia ou a utilização de crianças como peões de trabalho em que o risco de segurança ou a saúde.

De todas as crianças envolvidas nessas formas de trabalho, o 90 por cento são dedicados para a realização do “trabalho perigoso”. As Convenções internacionais, como um primeiro passo para enfrentar este flagelo, afirmam que nenhuma criança com idade inferior a 18 pode dedicar a estas profissões.  Enquanto isso, o trabalho «doméstico», predominante em áreas rurais ou economias informais, afeta 15,5 milhões de crianças, a maioria deles meninas sem a possibilidade de alfabetização.

Artigo de Cubadebate

Categories: EDUCAÇÃO, SAÚDE, SOCIEDADE | Etiquetas: | Deixe um comentário

O gigante pugilista cubano Teófilo Stevenson Lawrence morreu.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vítima de um ataque cardíaco há morto em Havana o tri-campeão olímpico e mundial Teófilo Stevenson, o maior pugilista aficionado na história. O gigante era conhecido como Pirolo, por seus amigos. Ele ganhou todos os títulos da Asociação Internacional de Boxe (AIBA), três vezes campeão olímpico e mundial; Ele venceu 301 das 321 partidas realizadas ao longo de mais de 20 anos.

A grandeza do Teófilo Stevenson Lawrence não pode ser medida apenas pelas Glórias desportivas; ele é homem do tempo, paradigma, representativo de um povo que fez a revolução e constrói o socialismo; um exemplo a imitar para os jovens atletas de qualquer lugar do mundo.

As palavras exactas do comandante-em-Chefe Fidel Castro captam a trajetória da vila do atleta, quando expressou:

“Teófilo Stevenson merece o reconhecimento do povo cubano para o seu sucesso desportivo derivado de sua disciplina, seu compromisso com o esporte, seu valor, sua moralidade (…)” Nós acreditamos que ele deixou algo ainda mais valioso do que esse exemplo e é no momento em que falou-lhe da oportunidade de ganhar um milhão de dólares. Esse  jovem, filho de uma família humilde e um humilde trabalhador Oriental, disse que ele não mudava seu povo pelo todos os dólares do mundo.”

Artigo de Cubadebate.

Consulte o video:

http://www.cubadebate.cu/noticias/2012/06/11/fallecio-en-la-habana-el-gran-campeon-teofilo-stevenson/


Categories: SOCIEDADE | Etiquetas: | Deixe um comentário

As Nações Unidas destacam a eliminação em Cuba da transmissão materno-infantil do HIV

Cuba produz seis medicamentos anti-retrovirais e continua a investigação no sentido de mais eficazes medicamentos e vacinas.

Cuba na segunda-feira apresentou suas conquistas na luta contra o VIH/SIDA e saúde, apesar do bloqueio dos Estados Unidos, que impede o acesso a novos medicamentos e tecnologias, relatou Prensa Latina. Na ilha já foi removida a transmissão materno-infantil do HIV, enquanto ele está sob o controle da infecção pelo sangue, explicou o representante permanente adjunto de Cuba para as Nações Unidas, Oscar González de León.

Falando em uma sessão da assembleia geral relativa à luta contra este mal, o diplomata sublinhou a baixa prevalência de VIH entre população da idade 15-49, mulheres grávidas e pessoas com doenças sexualmente transmissíveis. Ele explicou que em Cuba há um programa Multisectorial de prevenção e controle no campo e serviços médicos gratuitos são garantidos para toda a população. Há acesso universal à terapia anti-retroviral e é garantido o direito ao emprego, salário total, diferenciados alimentos e pleno exercício dos direitos políticos e sociais das pessoas infectadas.

“Cuba produz seis medicamentos anti-retrovirais e continua a investigação no sentido de medicamentos mais eficazes e uma vacina,” disse o representante cubano. González de León, disse que, para Cuba, o gozo do mais alto padrão atingível de saúde física e mental é um direito humano fundamental e inalienável de todos os seres humanos. Não importa a nacionalidade, raça, sexo, crença, religião, orientação sexual ou qualquer outro pretexto disse para justificar a discriminação e acesso a direitos de saúde, observou ele.  Ele disse que esses direitos tem um amplo apoio jurídico em Cuba e sua realização prática é ampla, apesar dos recursos limitados do país e o bloqueio económico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra a Ilha. Ao mesmo tempo, ele salientou que a ilha ajuda a outros países do terceiro mundo no domínio da saúde, no presente existem 868 38 mil profissionais de saúde.

Além disso, mais de 14 000 estudantes de 122 países têm se formado na escola latino-americana de medicina e outros programas de estudo. Estima-se que os progressos em todo o mundo na luta contra o VIH-SIDA são inadequados e condenou o estigma, a discriminação e a desigualdade entre os sexos como obstáculos ao acesso universal à prevenção, tratamento e cuidados aos pacientes e suas famílias. Contra tudo isto  ele exigiu erradicar a pobreza extrema e a fome, promover a igualdade entre os sexos e a emancipação das mulheres e garantir o direito à educação e a saúde de todas as pessoas e educação sexual para adolescentes e jovens.  Ele apontou que os esforços dos países do Sul para atingir os objectivos do desenvolvimento do milênio, incluindo a saúde, serão praticamente anulados apesar de vontade política para os concretizar.

Consulte:

Escola Latino americana de Medicina (ELAM): 

http://www.ecured.cu/index.php/ELAM

Projecto de luta contra o Sida em Cuba: 

http://www.ecured.cu/index.php/Sida_en_Cuba#Proyecto_de_lucha_contra_el_VIH.2FSIDA_en_Cuba

Centro de Atención Integral a Pacientes con VIH/SIDA (San Luis):

http://www.ecured.cu/index.php/Centro_de_Atenci%C3%B3n_a_Pacientes_con_VIH/SIDA_(San_Luis)

 

Categories: SAÚDE | Etiquetas: | Deixe um comentário

CIA-NED: em nome da Democracia cínica e malograda prevalecente nos Estados Unidos.

A Fundação Nacional para a Democracia  foi criada na década de 1980 sob o mandato do presidente Ronald Reagan.

Num momento em que veio à luz várias negativas revelações sobre a CIA, incluindo comportamentos criminosos. O governo dos Estados Unidos decidiu criar uma nova organização para mascarar as etapas ruins da CIA, a National Endowment for Democracy (Fundação Nacional Para a Democracia):

“O apoio às instituições para a democracia em todo o mundo através desta organização não-governamental”.

A idéia era que esta organização fizera  o  que a CIA tinha feito.

Em essência a NED interfere nos assuntos internos de outros países, ele fornece financiamento, meios técnicos de formação para grupos dissidentes contrários ao sistema económico  imperante, o mercado livre é igualado por NED com democracia. Entre 1994 e 1996, a NEDo destino   perto de $2.500.000 para o  Free Labor Development, organização utilizada pela CIA para minar o trabalho dos sindicatos de trabalhadores em países de corte Socialista.

A NED envolveu-se entre muitos outros em:

  1. Mudança em vários dos governos do antigo bloco socialista 

  2. Manipulação das eleições na Nicarágua em 1990 e a Mongólia em 1996 

  3. Suporte em 1990 para grupos insurrectos no Haiti para a remoção de campanha do Presidente Jean-Beltrand Aristide 

  4. Apoio aos insurgentes nas Filipinas a meados da década de 1980

Todas estas intervenções nos assuntos internos dos Estados sob a premissa de: “ apoiar as pessoas que em caso contrário não teria nenhuma voz nos sistemas políticos prevalecentes” disse Louisa Coan, funcionário do NED.

Os grupos chamados grupos “Dissidentes” em Cuba são ampla e abertamente suportados pelo NED.

Entre 1990 e 1992, a Fundação dá um quarto de milhão de dólares de impostos dos contribuintes para a Fundação nacional (fanáticas terrorista Anti-Castro) cubano-americana em Miami. Por sua vez esta associação Finanças a Luis Posada Carriles, um dos mais renomados terroristas, que causo a queda do avião da Cubana de Aviación que transportava Atletas cubanos em 1976, foram mortos 73 pessoas ao explodir a aeronave. Este sujeito também esteve envolvido em vários ataques terroristas realizados em 1997 em vários hotéis da capital cubana.

A NED persegue a desestabilização do governo cubano, seu nome, cuidadosamente escolhido oculta as mesmas acções indignas cometidas pela CIA em nome da Democracia  cínica e malograda prevalecente nos Estados Unidos.

Consulte: 

http://www.ecured.cu/index.php/Freedom_House

http://www.ecured.cu/index.php/Fundaci%C3%B3n_Nacional_Cubano_Americana

http://www.ecured.cu/index.php/Posada_carriles

http://www.ecured.cu/index.php/CIA

Categories: BLOQUEIO VS CUBA, ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA, Relações Estados Unidos Cuba, TERRORISMO VS CUBA | 2 comentários

Células mães e os sucessos da medicina cubana

As realizações científicas da medicina cubana, juntou-se a projectos de investigação avançados na utilização de células maes, que colocou a maior das Antilhas na vanguarda dessa técnica médica, com resultados bem sucedidos no tratamento de de 4 mil pacientes nos últimos oito anos. O coordenador nacional do grupo  cubano de medicina regenerativa e terapia celular, Porfirio Hernández, declarou em uma entrevista que os resultados favoráveis estão principalmente ligados aos tratamentos de doenças angiológicas, ortopédica e respiratória.

“Não é ficção científica, eu diria quase ao fazer uma comparação é ação de ciência, porque a ciência já está em andamento,” disse Hernández esta semana explicando que em 2004 foram atendidos apenas oito pacientes, enquanto nos ultimos 3 anos e  médios, mais de 300 pacientes foram assistidos. “Das 15 províncias de Cuba, já em 11 está sendo realizado o tratamento com células mães e todos com resultados favoráveis”, acrescentou  que pretende estendê-los para todo o país com processos simplificados e custos diminuídos de forma significativa.

Células mães têm a propriedade de regenerar tecidos danificados por doenças, trauma ou envelhecimento e são obtidas de outros organismos da córnea, medula óssea, cérebro ou pulmão. O seu uso despertou interesse mundial em males para os quais não há nenhuma terapia disponíveis como AVC, doenças do coração e doença de Parkinson. Países da região, como Brasil e Argentina também tem usado este procedimento com sucesso. Em Cuba é usada principalmente em tratamentos de Angiologia e para casos de Lymphedema crónico do membro inferior  , muitas vezes evitando amputações, disse Hernandez, cujo grupo é ligado ao Ministério da saúde.

O especialista cubano acrescentou que as células mães têm trabalhado com sucesso também em pacientes com fraturas ósseas complexas, doenças isquêmicas, enfisema pulmonar, insuficiência respiratória e até mesmo para tratar males como gengivite.

CÉLULAS EMBRIONÁRIAS VS ADULTAS

As Células mães ADULTAS que foram utilizadas em terapias médicas em muitos países são embrionárias e adultas. Com o aumento deste tipo de tratamento também uma grande controvérsia surgiu pela utilização especificamente de células embrionárias, uma prática que tem sido contestada por grupos em vários países, entre eles médicos e religiosos, que criticam a eventual destruição de embriões para sua implementação ou o aparecimento de tumores em alguns pacientes tratados.

Mas essa controvérsia não tem acontecido  na ilha, que tem usado desde o inicio células adultas, ao contrário dos Estados Unidos, onde tem sido um tema de disputa que envolveu a importantes empresas em saúde e autoridades governamentais. Hernandez disse que Cuba optou por células adultas não só por razões éticas, mas para sua eficácia comprovada. “Eles são  mais simples de trabalhar, mais económicas, são fornecidos pelo próprio doente e antes desta situação Cuba decidiu começam com células mães adultas”, disse.

“Utilizamos células que já tínhamos experiência, as células  derivadas da medula óssea ou sangue periférico do paciente,” acrescentou. O Director-Adjunto da ciência e da técnica do Instituto de Hematologia e Imunologia de Havana disse ainda que Cuba usa tecnologia convencional para esta terapia na medicina transfusional e conseguiu simplificar o procedimento com a utilização de produtos nacionais de pesquisa local. “Inicialmente começou a tomar a medula óssea do paciente, mas isso requer uma anestesia, leve-o para o salão, intraóseas varas para sugar acima das células, o que é chato para os doentes”, disse.

“Decidiu-se outra técnica que estávamos já aplicado, ou seja, aquelas células que estão dentro da medula óssea no osso dos doentes tomá-los para o sangue periférico”, acrescentou ele, esclarecendo que o “fator mobilizador” usado para as células é produzido em laboratórios cubanos, o qual é o procedimento mais barato e evita  as importações. De acordo com Hernández, estudos locais para comparar estes produtos cubanos com os comerciais, que são mais caros, indicam “resultados semelhantes”, mas não disse o valor do tratamento por paciente, ele esclareceu.

O perito disse que até agora são  só pacientes cubanos os tratados, mas comentou que eles mantém contatos com especialistas de outras nações e até mesmo planejam implementar acordos de cooperação com países como o Brasil. “Se o desenvolvimento deste tratamento permanece no avançado, prático, métodos mais econômicos e viáveis podem ser introduzidos, este pode ser um passo que pode ser estendido para outros países da região”, observou. “Nós estamos olhando para fazer uma fase inicial, onde você pode obter os melhores resultados”, acrescentou , referindo-se ao tratamento dos enfartes cerebrais e hemiplejias que tenham sido tratados com melhoria moderada.

Artigo de Aucaencayohueso.

Categories: SAÚDE, SOCIEDADE | Etiquetas: | Deixe um comentário

Onde o NED investiu os 2,4 milhões de fundos para a subversão em Cuba?

A Fundação Nacional para a Democracia (NED) divulgou os nomes dos beneficiários das suas “doações” em Cuba, publica hoje o blog Along the Malecon. Isso não é novidade. A lista foi incluída no relatório anual 2010 do NED, que foi publicado em agosto de 2011. Mas eu apenas aprendi dele e não quis deixá-lo ir longo.

Afro-Cuban Alliance, Inc. 

$ 110.000 para continuar com a publicação da revista “ilhas”, que visa informar os cubanos de origem africanos na ilha e no “exílio” os direitos civis e as discriminações raciais ocultas em Cuba, a experiência dos movimentos dos direitos civis e as ferramentas para organizar e realizar uma mudança de regime.

Reunião da associação da cultura cubana

$91.000 para promover uma cultura de “democracia”, o diálogo e o “jornalismo independente”. A Reunião irá publicar sua revista e fortalecer a Comunidade cubana na web.

Centro para uma Cuba livre  $55.000 a prestar assistência humanitária para famílias políticas presos, ativistas de direitos humanos (mulheres de branco), jovens ativistas, advogados, professores, artistas e vítimas da “repressão” em Cuba. Além de assistência humanitária, o Centro fornecerá aos ativistas “independentes”, com o apoio de um material importante, permitindo-lhes para realizar seus trabalhos de forma mais eficaz.

Centro para a abertura e o desenvolvimento da América Latina US

$60.000 para envolver líderes da sociedade civil, governos e funcionários públicos da América Latina para apoiar activistas pró-democracia em Cuba e para promover e consolidar uma rede de organizações da sociedade civil na América Latina para a “democracia” em Cuba.

Clovek V Tisni, o.p.s. (as pessoas em necessidade) (PIN)  

$103.875 para aprimorar o livre fluxo de informações em Cuba e sobre Cuba, para melhorar a capacidade dos jornalistas cubanos “independentes” para interagir com os cubanos de a pé e contribuir para a criação da sociedade civil independentes e os meios de comunicação em Cuba. PIN também vai treinar “jornalistas independentes” em novas técnicas e tecnologias.

Comité para o livre sindicalismo (CFTU)

$90.000 promove a cooperação inter-regional entre sindicatos na América Latina, Europa e o CFTU. Ele vai continuar a desenvolver uma campanha internacional para obter suporte para os sindicalistas “independentes” em Cuba .

Direcção democrática cubana (diretório)

$175.000 vai oferecer formação para novos membros do movimento jovem “pró-democracia”. O diretório irá ajudar os jovens ativistas para desenvolver ferramentas para comunicares mais eficazmente entre eles e a comunidade internacional e contribuirá para facilitar as ligações entre o movimento de juventude e os activistas das “pró-democracias” tradicionais. O diretório continuará a produzir programas de rádio para Cuba.

CubaNet News Inc.

$239.434 para prestar assistência de informação, aconselhamento técnicas e humanitária aos “jornalistas independentes” em Cuba. Para fortalecer a imprensa independente e a apresentação de relatórios sobre a situação em Cuba, tanto para o público cubano e internacional. CubaNet irá gerar o conteúdo de mídia “independente” sobre a situação em Cuba e realizar uma campanha de solidariedade internacional para aumentar o apoio e sensibilização para a situação enfrentada pelos “jornalistas independentes” em Cuba.

Dissidente Universal de Porto Rico

$50.000 fornecerá fontes “independente” em Cuba.
Dissidente publicará seu resumo mensal de notícias, Dissidente Universal, contendo artigos e publicando dos ativistas dissidentes em Cuba, dos dissidentes exilados e as organizações de notícias internacionais. Dissidente enviara cópias de sua publicação em Cuba e a política de outras organizações e centros de pesquisa na América Latina, Estados Unidos e Europa.

Evangélica cristã humanitária Outreach para Cuba (ECHOcuba)

$60.064 para fortalecer os líderes da Comunidade de mulheres em quatro províncias do centro e leste de Cuba. ECHOcuba vai oferecer a um seleto grupo de mulheres líderes treinamento para coordenar uma rede nacional dedicada ao desenvolvimento de suas comunidades e reforma “democrática”. No final do programa, ECHOcuba ajuda aos líderes da rede a organizar um encontro entre todos os participantes do projeto.

Grupo Internacional de Responsabilidade Social Corporativa em Cuba (GIRSCC)

US $200.000 para promover os direitos dos trabalhadores e defender o movimento sindical independente de Cuba. GIRSCC fornecerá aos “independente” em Cuba com com assistência técnica e financeira. Ele também contará com um Conselho Directivo internacional para realizar uma campanha de divulgação da informação em todo o mundo sobre a situação dos direitos dos trabalhadores em Cuba.

Instituto para a liberdade de Peru (IPL)

$49.967 fornecerá formação na utilização da Internet e das redes de mídia social para jovens em Cuba. IPL vai viajar para Cuba para interagir com os contactos de pessoas jovens e proporcionar-lhes formação sobre os direitos democráticos, acesso a ferramentas de informação e normas internacionais da liberdade de expressão.

Instituto Republicano Internacional (IRI)

$800.000 apoiará a participação de cidadãos cubanos por expandir as oportunidades para as pessoas a organizar e reunir apoio para importantes questões locais e reforçar a capacidade da sociedade civil para responder a prioridades mais importantes de preocupação para os cidadãos cubanos.

Instituto Democrático Nacional para Asuntos Internacionais (NDI)

$325.000 aumentará a capacidade das organizações cubanas “independentes” da sociedade civil através do desenvolvimento de habilidades e oficinas de treinamento para instrutores e viagens de intercâmbio de conhecimento para a ilha. NDI também será lançado e apoiará os activistas “democráticas” cubanos e prisioneiros que utilizam as novas tecnologias e fornecerá assistência ao desenvolvimento para uma organização não-governamental com sede na Europa para reforçar a sua capacidade de executar projectos de apoio da sociedade civil cubana.

Associação para Pessoas em perigo CVO (pipe)

$40.000 vão promover o pensamento crítico e a livre troca de ideias entre os jovens em Cuba para melhorar o conhecimento sobre o funcionamento das sociedades abertas e democráticas e os mercados livres e fortalecer a capacidade dos educadores cubanos ensinando “independentes”. PIPE realizara reunião de capacitação para educadores “independentes”, ajudando a estabelecer clubes juvenis do debate e vai realizar uma apresentação sobre “transição democrática” na Europa Central e Oriental.

Artigo de Along de Malecon / Cubadebate

Categories: ESTADOS UNIDOS, Relações Estados Unidos Cuba | Etiquetas: | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: