Cuba vai modificar a Lei do Investimento Estrangeiro.(+video)

Cuba trabalha na modificação da Lei 77 de investimento estrangeiro na ilha, disse hoje nesta capital Yamila Fernández, directora financeira do Ministério de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro (MINCEX)

Video com informação AQUI

A nova legislação deve ser promulgada até Dezembro de 2012, disse a Directora falando em um painel sobre o modelo económico cubano na sessão final do VIII Encontro Internacional de contabilidade, auditoria e finanças.

Também observou que há um importante compromisso no desenvolvimento e actualização do portfólio de projectos e negócios com capital estrangeiro. Neste sentido, sublinhou que o investimento estrangeiro vai continuar a apoiar o investimento nacional, além do esforço, com destaque para os sectores prioritários.

Sobre a estratégia global para aumentar a capacidade de exportação de Cuba para o período 2011-2015, disse que, após a adopção das orientações económicas e sociais no VI Congresso do partido comunista de Cuba, um grupo multidisciplinar ´trabalhou na nova Lei. Para promover as exportações de oito categorias fundamentais, nas quais vão a estar concentrados mais do 80 por cento da renda por este conceito, Fernández enfatizou que acções foram desenvolvidas para que o financiamento não falte para essas produções.

A Directora também salientou que começou com muita força, a partir de 2011, a concentração de compras, no interesse de melhorar esta capacidade no país e de influenciar favoravelmente a balança comercial através da redução das importações. Por outro lado, reiterou que é um problema estratégico para a produção de alimentos da ilha, o que é vital para o desenvolvimento suburbano de produções agrícolas e facilidades de crédito para agricultores, entre outras medidas.

No painel também falaram outros Especialistas que focaram a atenção em temas como o panejamento, descentralização das decisões ao nível da empresa, os desafios do sector agrícola e o processo de discussão e aprovação das directrizes.

Esta VIII reunião, que coincide com o desenvolvimento da II de administração pública, fechou suas portas quinta-feira depois de ser inaugurada na terça-feira passada. Nas duas participaram 839 representantes de compromissos de 32 países, incluindo contadores, auditores, financiadores, advogados, consultores e outros profissionais de especialidades e disciplinas que convergem na actividade económica.

FONTE: CUBADEBATE

 

Categories: ECONOMIA | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.