Milhões de norte-americanos ficarão sem atendimento de saúde.

16 Estados norte-americanos governados por políticos republicanos não querem implementar a chamada cláusula da expansão nos seguros, proposta pelo presidente Barack Obama há dois anos.

Desta forma milhões de norte-americanos pobres ficarão sem os benefícios da reforma de saúde

Em outros sete estados foi criticado o programa da Casa Branca e também não apoiam os estatutos do novo sistema de saúde.

Na semana passada a Suprema Corte de Justiça ratificou parte da regulamentação da reforma de Obama, mas esclareceu que não pode obrigar ou multar os governos no caso da cláusula da expansão.

Nesta cláusula, exigia-se aos estados incluir no plano de ajuda aqueles cidadãos adultos com renda menor que 133% do nível federal de pobreza, actualmente em US$ 14,4 mil anuais.

Entre os Estados contrários na lei estão: Pensilvânia, Indiana, Colorado, Flórida, Ohio, Missouri, Texas, Nebrasca e Mississipi.

A reforma nacional de saúde, com o nome de Affordable Care Act é apresentada pelo Partido Democrata como o maior sucesso político de Obama (esteve aprovada desde o 2010 mais não havia sido posta em vigor) devera entrara em funcionamento em 2014.

Caso se concretize o boicote, cerca de 11 milhões de cidadãos ficarão fora da protecção federai.

FONTE: PL

Categories: ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA, SAÚDE, SOCIEDADE | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: