OS FACTOS DO ACIDENTE DE PAYA (+ GRAFICOS)

CARROMERO È O RESPONSAVEL:

Nota do Ministerio do Interior de Cuba

Durante o processo de investigação, conhecimos  que o veículo saiu da Havana as 06  horas naquele dia, conducida por  Anjo Carromero . Jens Aron estava a viajar no banco dianteiro direito; Oswaldo Paya no banco traseiro e a sua esquerda Harold Cepero.

Estas duas últimas pessoas  não estavam a usar  cinto de segurança.

O trecho de estrada onde ocorreu o sinistro estava em reparação e em dois quilómetros não tem superfície pavimentada do rolamento, o que o torna uma espécie de aterro com abundantes cascalho; portanto, muito escorregadiza.

Os analisis dos peritos mostraram que o local é uma via recta que conta com boa visibilidade e tinha um sinal indicando a existência de homens que trabalham em sua manutenção, precedido por outros semelhantes que alertam aos motoristas das fracções em reparo.

O parecer do perito e depoimentos de três testemunhas oculares do acidente: José Antonio Duque Estrada Pérez, Lázaro Miguel Parra Arjona e Wilber Rondon Barrero, permitiram estabelecer que o carro quebrou o aterro em excesso.

A viatura  fico com a dianteira para a vala e o porta-bagagens em direcção ao centro da pista, até impactar  com uma árvore na margem direita da estrada, que confirma a extrema rapidez com que foi conducido.

Um dos testemunas disse:

“Com segurança estava indo para mais de 100 quilômetros por hora.  Adianto  a um trator que foi também no mesmo sentido e então eu vi uma tremenda celeuma, quando a viatura entrou para  uma secç que está em mau estado. Então eu vi o carro encostado contra uma árvore na vala.  Ao meu modo de entender, a razão mais clara que eu vejo do acidente é o excesso de velocidade, não há travão que posaa sujeitar a viatura”.

Tanto José Antonio como Lázaro estavam  no mesmo sentido do acidente do automóvel, mas Wilber Rondon Barrero, campones  do Cauto Rio, estava vindo da direção oposta, a poucas centenas de metros do local onde ocorreu o incidente.

“Quando cheguei mais perto vi que o carro perdeu o controle e bateu contra uma árvore da vala”, disse ele.

Uma equipa da direcção do CriminaIistica composto por: Tenente Coronel Misael Perez Fontes, diretor da secção avarias, explosões e incêndios (19 anos de experiência como perito); Tenente Coronel Ainardi Reis Uriarte,  Chefe da Secção Provincial de criminologia de Granma (11 anos de experiência como perito); e Capitão Jorge Fonseca; juntamente com Fidel Núñez Guevara, Chefe da engenharia de tráfego na província de Granma (9 anos de experiência como perito), disseram que o motorista  conduzia a excesso de velocidade e  o veículo tinha um buraco de 67 cm de largura, com 45 centímetros de profundidade no lado esquerdo traseiro, perpendicularmente ao eixo longitudinal do auto (onde viajavam os falecidos)

Como resultado de um forte golpe que tem deformado o monochasis substancialmente e o tecto, cujas características e dimensões correspondem ao tronco da árvore

O médico legista disse que Oswaldo Payá morreu instantaneamente como resultado de um traumatismo craniano em resultado do forte impacto recebido; enquanto Harold Cepero morreu no hospital cirúrgico Carlos Manuel de Céspedes, da cidade de Bayamo, devido a uma insuficiência respiratória aguda por tromboembolismo pulmonar do lobo superior do pulmão esquerdo, derivado da  fratura do fêmur esquerdo.

Anjo Carromero disse o corpo de instrução que ele não se recordava de ter visto os sinais que alertam sobre o estado da pista. 

Jens Aron declarou que ele estava a dormir quando el sentiu o abrandamento e a deslocação lateral do veículo; então ele perdido a consciência.

A equipe de pesquisa avalia que Anjo Francisco Carromero Bairros estava a conduzir a uma velocidade média mais elevada a 120 quilômetros por hora com  falta de atenção ao controlo do veículo, excesso de velocidade e uma  má decisão para aplicar os travões tão abruptamente numa superfície escorregadia, mais a lógica de análise do tempo de viagem (quase oitocentos quilômetros em menos de oito horas, com três paragens intermédias), as declarações das testemunhas e dos peritos estudo do lugar do fato e o veículo, foram as causas  que determinaram que este trágico acidente  levara  a vida de dois seres humanos.

Continua o processo de pesquisa e investigação criminal, em correspondência com as leis cubanas

Categories: CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.