Esquadrões da morte executam politica dos EUA na Síria

Prensa Latina / Meios locais destacam hoje a denúncia do sítio canadense Global Research sobre a existência de esquadrões da morte na Síria, financiados pelos Estados Unidos, para cometer massacres de civis e culpar ao governo do presidente Bashar al-Assad.

O sítio aponta que estes grupos se inscrevem dentro dos planos de Estados Unidos, Arábia Saudita e Israel para destruir esse país do Levante.

O Global Research revela assim um dos mais perigosos complôs que tomam como alvo o povo sírio, e arroja luzes sobre a existência de esquadrões da morte que gozam da padrinhagem de Washington e de seu apoio logístico, aponta a agência síria de notícias SANA.


Esse meio cita um artigo titulado “os esquadrões da morte estadunidenses in fraganti”, do sítio canadense, que divulga elementos sobre como Washington desatou uma guerra suja e direta em colaboração com criminosos que matam a sangue frio e de forma rotineira como se fossem incansáveis máquinas de morte.

A SANA alerta que a secretária de Estado estadunidense, Hillary Clinton, anunciou recentemente que Washington está reorganizando a frente representativa dos grupos armados.

Com este passo, segundo a Global Research, a Casa Branca retira o apoio ao denominado Conselho de Istambul, um claro sinal de uma eventual intervenção ao se concluir as eleições norte-americanas na próxima terça-feira.

A publicação faz um percurso pelos massacres cometidos pelos esquadrões da morte, entre elas uma em junho passado na localidade de al-Houla, onde foram assassinados a sangue frio uma centena de pessoas, entre elas crianças, com o fim de culpar às autoridades.

Outros fatos de cunho criminoso cometidos por esses grupos foram registrados em Altrimssh, na província de Hama, com o fim premeditado de culpar ao governo e procurar sua condenação internacional.

Estes fatos, acrescenta o sítio canadense, estiveram acompanhados da fabricação e falsificação de relatórios internacionais, inclusive da Junta das Nações Unidas para os direitos humanos, e sua difusão deliberada pelos meios de comunicação estrangeiros e árabes, para condenar Damasco.

O artigo aborda declarações de um dos integrantes desses grupos criminosos citado pela revista alemã Der Spiegel, nas quais admite que ele e seus colegas desenvolvem esses planos pagos com o dinheiro estadunidense e de seus aliados árabes.

A Global Research assegura que os partidários do governo sírio são atacados e assassinados brutalmente, incluindo a mulheres e crianças.

Categories: ESTADOS UNIDOS, GENOCIDIO | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: