Yoani Sanchez, o pavão-real, vende-se como Vice-Presidenta para o SIP e a CIA lhe outorga o prazer….

Nota de TPMC:

Todos nós conhecemos o comportamento doente de  Yoani  … o ego que a corrói  é tão imenso que  não se encaixa no corpo fraquinho que a vida lhe deu… por isso,  amigos…. com esta nomeação………….vamos ter  um pavão real a gritar por muiiiiito tempo

Artigo completo em: Miradas Encontradas /

Yoani Sánchez y la SIP. (#Cuba #GY #FF #Miami #CIA)

Uma notícia apareceu recolhida no final da semana passada em vários meios de comunicação oligárquicos  latino-americanos e foi a nomeação da mercenário blogger Yoani Sánchez como Vice-Presidente Regional por Cuba, da Comissão da liberdade de Imprensa e Informação da Sociedade Inter-americana  (SIP), também conhecido como Servil instrumento de poder e reconhecida ferramenta da CIA.

…….

De acordo com o SIP, Yoani Sánchez é uma “jornalista e blogueira incansável e popular que luta pela liberdade de seu país por anos”. Tudo isso é muito questionável, Yoani não é jornalista, é filóloga e lendo seu blogue percebemos que é uma filóloga de terceira, embora possa ser um excelente escritor de romances, ou ficção, porque sua imaginação não tem limites. Nem é popular, porque dentro Cuba quase ninguém  seus  mensagens depreciativos da realidade cubana, apenas seus seguidores fervorosos, pelos presentes que dá, não para qualquer outra coisa.

A luta pela liberdade de imprensa em Cuba é mais do que questionável, porque Yoani Sánchez responde ao governo norte-americano que deseja derrubar a revolução cubana. Ela recebe um pagamento por  isso atende as orientações dos Estados Unidos ao pé da letra.

Na verdade, Yoani Sánchez é um grande fraude, mas enquanto ela serve vai receber o pagamento, não importa se é por prémios ou com encargos. O dinheiro que ela precisa para ter sua vida, fora do alcance de milhões de cubanos e continuar mentindo e enganando como aqueles no mundo que vivem enganado-se quando falam de Cuba.

A nomeação de Yoani Sánchez veio da sua própria boca.

Segundo ela “muitos jornalistas independentes, twitteiros que ficam dentro da ilha,  poderiam dizer  através de mim, perguntas, problemas, ausências legais…”.”Esses problemas podem ser canalizados através de mim”, não é uma contradição, onde está a liberdade de imprensa? Se esse canal não responde os interesses Yankees e os gostos de Yoani, vão ter curso?

PD: (Removendo a poeira dos arquivos: Assista para esta excelente entrevista que o  Periodista Salim Lamrani fez em 201o a Yoani….. ) Conversaciones con la bloguera cubana Yoani Sánchez

 

 

Categories: CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Relações Estados Unidos Cuba, Relações Países América Latina, TERRORISMO VS CUBA | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: