#EUA continuam financiando planos golpistas contra #Cuba (#MINREX #TVMartí #USAID #transmissõessubversivas )

Fonte: TeleSur

O Ministério de Relações Exteriores de Cuba denunciou, nesta sexta-feira (15), que os Estados Unidos destinaram 205 milhões de dólares, entre 1996 e 2011, para propagandas dedicadas a promover um golpe de Estado em Cuba.

Escritório de Auditoria do governo dos Estados Unidos (Gao, por sua sigla em inglês) informou que Washington utilizou este dinheiro para “programas subversivos feitos por instituições oficiais, para buscar a queda do Executivo” da ilha. O documento revelou que o 87% dos recursos foram usados entre 2004 e 2012, período em que a Casa Branca esteve dirigida por George Bush [segundo mandato] e Barack Obama [primeira gestão].

Esta quantia, no entanto, não contempla os 30 milhões de dólares que financiam as transmissões subversivas e ilegais para Cuba da Rádio e TV Martí. Além disso, a chancelaria cubana ressaltou que não se contabilizam os fundos orçamentários dirigidos secretamente para programas e atividades da comunidade de inteligência que vão para a política cubana, assim como o que o Executivo norte-americano poderia usar em segredo.

“A soma de todos esses fundos daria a medida real dos esforços que o governo dos Estados Unidos ainda faz para sustentar uma política fracassada, a custa do contribuinte”, indica o texto. A entidade cubana expõe também que o objetivo dos fundos são “as mãos das desprestigiadas organizações contrarrevolucionárias e os setores mais recalcitrantes da ultradireita de Miami”.

De acordo com o relatório em questão, sob o mandato de Obama, a Usaid e o Departamento de Estado concentraram o outorgamento de dinheiro para os programas subversivos contra Cuba, para organizações com presença mundial ou na América Latina.

Neste sentido, a chancelaria destacou que os esforços estão enfocados em conseguir que os recursos cumpram sua tarefa final, que não é outra do que promover a “mudança do regime” em Cuba.

As autoridades cubanas sustentam que o relatório evita identificar quais são as organizações ou programas financiados, dando a entender que se trata de operações ilegais. “Pelo contrário, ressalta as ações do governo dos Estados Unidos para aperfeiçoar a tentativa encoberta e o mascaramento de seus planos”, destacou a chancelaria em seu comunicado.

Segundo Havana, outro distintivo desses programas subversivos foi “a ênfase para os projetos vinculados ao uso das tecnologias das comunicações, a criação dos blogs e a ampliação do uso das redes sociais, via internet”.

Inclusive, o governo cubano defende que se pretende influenciar nos círculos não mencionados no relatório, como os homossexuais, profissionais, intelectuais e artistas. Por último, a chancelaria se pregunta até quando Washington vai continuar gastando o dinheiro de seus contribuinte em planos golpistas, no lugar de “responder as expectativas de uma relação construtiva e respeitosa entre ambos países”.

Categories: BLOQUEIO VS CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA, Relações Estados Unidos Cuba, TERRORISMO VS CUBA | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: