#Cuba: Ministro de Saúde Pública enumera prioridades do setor (#SaúdePública #sistemadesaúdecubano #cancro #FidelCastro #)

Fonte: AIN

“O enfrentamento às doenças oncológicas proliferativas (câncer), as transmissíveis e o envelhecimento populacional, constituem prioridades do sistema de saúde cubano para o ano atual”, afirmou em 21 de março, na capital o ministro do setor, Roberto Morales Ojeda.

Num encontro com a imprensa especializada, o ministro reiterou que outros propósitos são incrementar a qualidade e satisfação da população, a partir do melhor atuar médico e a solução dos problemas administrativos e logísticos.

Morales Ojeda enfatizou na necessidade de continuar tornando sustentável e eficiente o sistema de saúde, enfatizando na continuação das transformações e a maior resolutividade do atendimento primário, na qual se podem resolver mais de 80% dos problemas sanitários da população.

Anunciou que existem mais de 800 grupos de trabalho que atendem aos 11 mil 500 consultórios no país, para resgatar os conceitos fundacionais do programa do Médico e Enfermeira da Família, criado pelo líder histórico da evolução Cubana, Fidel Castro, em 1984.

Morales Ojeda insistiu na importância do método clínico, e ressaltou que este não só é patrimônio dos médicos, mas também do pessoal de enfermagem e do resto dos profissionais das Ciências Médicas.

“Prosseguir os esforços por continuar melhorando os principais indicadores sanitários, entre eles, diminuir ainda mais a mortalidade infantil e a materna, inscrevem-se entre os principais objetivos de 2013”, asseverou o ministro, que adiantou que nestes meses as estatísticas estão por baixo de igual etapa precedente.

“Por segundo ano consecutivo Cuba realizou mais de um milhão de cirurgias, e se trabalha para eliminar a lista de espera que ainda existe”, ressaltou.

Igualmente, alertou que o câncer se converteu na primeira causa de morte em dez províncias, e segundo especialistas é o primeiro motivo dos anos de vida potencialmente perdidos e o principal obstáculo para chegar à expectativa de vida dos cubanos, de quase 80 anos de idade.

“Os 18,3% da população da Ilha tem mais de 60 anos, pelo qual perante o desafio do envelhecimento o sistema de saúde prepara os recursos humanos e existe um plano de remodelação para melhorar as condições das casas de avôs e lares de idosos”, apontou o titular.

Anúncios
Categories: BLOQUEIO VS CUBA, POLÍTICA, SAÚDE, SOCIEDADE, TURISMO | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: