#Angola: Recomendações saídas do Conselho Consultivo vão acelerar processo de reforma (#saúde #ministeriodasaúdedeangola #ConselhoConsultivo)

Fonte: Angop

O ministro da Saúde, José Van-dúnem, afirmou sábado, em Benguela, que as recomendações saídas do Conselho Consultivo vão acelerar o processo da reforma do sistema e do serviço nacional de saúde.

O governante, que falava durante o acto de encerramento da actividade realizada entre 18 a 23 destes mês, frisou haver mecanismos para apressar a implementação do plano nacional de desenvolvimento sanitário(PNDS), mudando para melhor a organização e o desempenho do sistema nacional de saúde.

Relactivamente ao PNDS, agradeceu todas as sugestões e contribuições feitas para corrigir , enriquecer e actualizar o documento, estando confiante de que o mesmo poderá ser finalizado nos próximos três meses.

Reiterou a disponibilidade de todos os órgãos do nível central do ministério em prestarem todo o apoio técnico e metodológico as provinciais e municípios na elaboração dos planos provinciais e municipais de desenvolvimento sanitário para 2012-2017, bem como o plano anual para 2014.

Disse ter ficado claramente confirmado a vontade das provinciais e dos municípios em trabalhar e melhorar a implementação do processo de municipalização dos serviços de saúde.

Solicitou a todos os municípios para identificarem claramente as suas prioridades relacionadas com as necessidades e capacidades locais, para melhor garantir a sua execução, alinhando os recursos com os objectivos.

A nível central adiantou que necessita-se de dinamizar o trabalho de legislação, regulamentação e normatização indispensável para assegurar a coerência e sustentabilidade das acçoes recomendadas.

Avançou que para liderar o processo da reforma e apoiar devidamente a elaboração e implementação , o ministério terá de proceder a algumas reestruturações, reforçando a sua organização, capacidade e eficiência , medidas imprescindíveis para responder aos compromissos assumidos.

“Estamos todos satisfeitos com o aumento dos recursos financeiros atribuídos a saúde em 2013 pelo Executivo, beneficiando, em particular os municípios, programas de saúde. Mais reafirmo o nosso compromisso em acompanhar a gestão destes recursos de forma racional e eficiente para o desenvolvimento sustentável do sector”, salientou.

Anúncios
Categories: ÁFRICA, POLÍTICA, SAÚDE | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: