#Angola: Reconhecimento mundial da aposta na infra-estrutura (#Luanda #Quénia #TAAG #Nairobi )

Fonte: Jornal de Angola

Luanda é uma cidade agitada. Foi concebida para 300 mil habitantes, com infra-estruturas dimensionadas à escala desta ocupação. Hoje as cifras apontam para cinco milhões. Daí a “confusão” que existe. Nessa situação, Luanda não está sozinha.

Nairobi, capital do Quénia, está, também, abarrotada. É só ver o número de carros e os “engarrafamentos” das pessoas nas ruas.
Como em Luanda, em Nairobi a chuva quando cai é para todos e também faz estragos. Aumentam os engarrafamentos e as estradas e ruas ficam alagadas. Problemas de saneamento básico. Uns simples e outros complicados. Primeiro os simples: se as sarjetas forem permanentemente limpas e os sistemas desassoreados, á água da chuva corre sem problemas.

Temos muitos desempregados que podem limpar as sarjetas e retirar a terra e o lixo das condutas.

Muito fácil.

O Conselho de Governação da ONU Habitat decorreu sob o lema “Era de pensar urbano”. Nairo bi foi o palco desta importante reunião.
O Presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, e fez a abertura dos trabalhos, na sua primeira aparição pública como Chefe de Estado. Garantiu todo o apoio ao sector do urbanismo. A cidade está a mudar como mudam a olhos vistos algumas áreas de Luanda. E além disso temos a Cidade do Kilamba, essa nova centralidade que é o nosso orgulho.

Igualdades e diferenças

Tal como em Luanda, Nairobi é uma cidade onde existe uma feroz concorrência desleal entre os comerciantes que pagam os seus impostos, renda da loja e salários aos seus trabalhadores e os zungueiros e zungueiras.

Em Nairobi um exército de vendedoras e vendedores ambulantes ficam à porta dos estabelecimentos comerciais a oferecer os mesmos produtos e a preços muito mais baixos. Vamos fazer mais como?

Nas ruas da cidade há muitos ardinas, na sua maioria mulheres, vendedores de frutas e outros artigos. Quando o trânsito está parado, como em Luanda, batem nos vidros das viaturas e oferecem aos ocupantes os seus produtos.

São todas e todos grandes comerciantes.A diferença nas vias rodoviárias entre Luanda e Nairobi é que na nossa cidade muitos automobilistas, principalmente os candongueiros, atrapalham o fluir do trânsito, muitas vezes, sem necessidade. Circulam abusivamente na faixa contrária, estacionam onde lhes apetece e têm raiva de quem lhes fala do Código da Estrada. Em Nairobi, não é assim. Como o trânsito é constante, os automobilistas são “disciplinados” e aguentam o “barulho”. Ninguém se faz de mais esperto ou mais apressado. Os semáforos funcionam e em cada cruzamento está um agente de trânsito para disciplinar a circulação.

Espaços para fumadores

Se em Luanda se pode fumar em qualquer esquina, em Nairobi não. Há locais próprios para fumar à vontade e estão bem publicitados com os seguintes dizeres, traduzidos de inglês para português: “locais públicos para fumadores”. O estrangeiro fumador deve ter muito cuidado, porque para as autoridades, o desconhecimento da norma não impede uma multa.

Cidade do Cabo

A cidade do Cabo, com uma hora de avanço em relação a Luanda e Nairobi, não regista problemas de trânsito. Aquilo é um verdadeiro paraíso.

O trânsito, mesmo com obras em algumas ruas, é fluído e concorrem para isso as auto-estradas, vias estruturantes que fazem o trânsito fluir sem a menor dificuldade.A cidade tem o traço das velhas cidades inglesas, casas “vitorianas”, muitos espaços verdes, montanhas circundantes e o mar. É nesta cidade fabulosa e cosmopolita que fica o Cabo da Boa Esperança, um marco mítico na rota dos navegadores portugueses para o Oriente. A Cidade do Cabo é seguramente uma das mais belas de África e a província merece uma visita mais demorada. A nossa TAAG viaja para o Cabo. Façam uma boa viagem!

Publicado por tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: