Sumbe, los cubanos y la historia de un hombre al límite

por Dilbert Reyes Rodríguez

Nadie sabe cuántas veces Orlando ha despertado con el sobresalto de un recuerdo terrible. “La guerra tiene esa cosas”, dice, con la seguridad de quien habla porque ha visto, porque le dolió en la carne el desgarro de la bala y la metralla, y él mismo fue rescatado de ese trueque escalofriante en que se va perdiendo, lentamente, el flujo cálido y rojo de la vida por la fría anunciación del final cercano.

View original post mais 1.637 palavras

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: