“O maior legado de Fidel Castro é ter ensinado ao mundo o que é ser companheiro”

Fidel Castro: Se fue el compañero
Mal interpretado por muitos, talvez o único que realmente bem interpretou Fidel Castro foi ele mesmo. E deixou isso muito bem explícito em sua obra.

Em discurso em Santa Clara, por exemplo, em comemoração à batalha decisiva travada pelos guerrilheiros contra o exército de Batista, Fidel fez um longo retrospecto da história de Cuba para demonstrar que o triunfo da Revolução era resultado de 100 anos de lutas, lutas que começaram com as revoltas dos escravos no século XVII, passaram pelas lutas pela independência no século XVIII e XIX e as lutas anticolonialista e anti-imperialistas no século XX, desmentindo os que lhe atribuíam a teoria do foco revolucionário. A guerrilha não teria sido vitoriosa sem o apoio dos movimentos sociais revolucionários nas cidades, arrematou.
A dimensão intelectual do líder impressionou o mundo. Vi nos fóruns internacionais como ele provocava deslumbramento e reverência. Reverência dos cultos, dos líderes respeitados em seus países, e deslumbramento nos párias arribados ao poder. O seu brilho realmente incomodava.
Sua geração se inspirou em José Martí, intelectual fecundo, líder das lutas pela independência no século XIX. Cuba liberta da Espanha era presa fácil dos Estados Unidos. Vivi no monstro e conheço suas entranhas, disse Martí. Como Bolívar, acreditava que somente a construção da Pátria Grande poderia colocar freio ou deter a marcha expansionista e hegemônica do novo império, já desenhada na Doutrina Monroe.
Fidel Castro reescreveu e escreveu a História de Cuba. “A história me absolverá”, sua defesa quando preso por comandar o assalto al quartel de Moncada, em 1956, é profética pois traça o que seria a obra da revolução no futuro. Em cada momento do processo revolucionário os discursos de Fidel Castro eram uma prestação de contas à população, honestamente falava dos êxitos e dos fracassos. Ele não deixou um só acontecimento no mundo sem marcar posição, agradasse ou não a quem quer que fosse.
Anúncios
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, CUBA, CUBA - ÁFRICA, CUBA-ANGOLA, Fidel Castro Ruz, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: