Angolanos terminam jogos com espírito de missão comprida.

   

  

Atleta angolano Maria Cipcic no VII Jogos da Região 5 da União Africana em Natação que decorre na piscina do Alvalade.

O responsável, que falava à Angop para analisar a prestação da delegação nacional nos jogos que teve a participação de 10 países da região 5 da União Africana, disse que, embora não tenha conseguido conservar a terceira posição conquistada em 2014, em Bul

O responsável, que falava à Angop para analisar a prestação da delegação nacional nos jogos que teve a participação de 10 países da região 5 da União Africana, disse que, embora não tenha conseguido conservar a terceira posição conquistada em 2014, em Bulawayo (Zimbabwe), a missão angolana não esteve mal, esteve sim à altura da competição.

O também funcionário sénior do Ministério da Juventude e Desportos  justificou que as desistências de alguns países em diversas modalidades estiveram na base da descida de Angola, como é o caso do basquetebol masculino e feminino, que conquistaram ouro, mas as medalhas não contaram para o quadro geral.

Nesta disciplina competiram apenas duas selecções cada, porque Moçambique e África do Sul desistiram. Segundo regulamentos da prova, teria de haver no mínimo três selecções inscritas, para que as medalhas conquistadas constassem no quadro geral.

Sapalo Xamuzembe, chefe de departamento para os desportos federados, salientou que as 12 medalhas de ouro,  8 de prata e 14 de bronze foram fruto do grande desempenho das disciplinas indivíduas, como é o caso do judo e o desporto adaptado, que mais contribuíram nas conquistas.

“O terceiro lugar no futebol feminino foi a grande surpresa na nossa missão, porque é um projecto muito novo e o que mostrou neste jogo quer dizer que com muito apoio e trabalho teremos um futuro bem servido”, reconheceu o responsável.

Os VII jogos da região 5 da União Africana, que decorreram de 9 a 18 deste mês, sob o lema “Juntos por uma cultura d Paz”, foram ganhos pela África do Sul, como de costume (é o papão das de todas as edições já realizadas), com 125 medalhas, das quais 63 de ouro, 33 de prata e 29 de bronze.

Estiveram envolvidos no certame Angola (anfitriã), África do Sul, Moçambique, Botswana, Malawi, Zimbabwe, Lesoto, Namíbia, Zâmbia e Swazilândia nas modalidades de futebol, basquetebol, boxe, atletismo, desporto adaptado, ténis, natação, ginástica, judo e netball.

Anúncios
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, DESPORTOS, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: