Campeão angolano vence.

1º de Agosto perde no Uganda frente ao Kampala City

1º de Agosto vence no Uganda mas acaba eliminado

Campeão angolano vence, mas insuficiente para qualificação.

A vitória de 2-1 foi insuficiente para o 1º de Agosto se qualificar para os 16/avos de final de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões de África em futebol, no jogo diante do Kampala City do Uganda, disputado hoje, domingo, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, referente à segunda “mão” das preliminares.

Os ugandenses já haviam ganho por 1-0, na partida da primeira ‘’mão’’ disputada no passado dia 10 no seu terreno.

Neste desafio, que contou com a presença de cerca de 10 mil adeptos, entre os quais a secretária de Estado para o Desporto, Ana Paula Sacramento, o 1º de Agosto entrou embalado para o ataque, com o objectivo de marcar logo nos primeiros minutos, face à desvantagem trazida do jogo da primeira mão em Kampala.

A formação angolana continuou a fustigar o último reduto dos forasteiros, que procuravam defender bem e sair em contra-ataque.

Aos seis minutos, Geraldo quase chegou ao golo, mas a intenção não surtiu efeito, numa altura em que o guarda-redes contrário já estava sem soluções de recurso.

Aos nove minutos, a equipa visitante tentou chegar à baliza adversária com um contra-ataque, mas o guarda-redes Tony esteve atento e defendeu com naturalidade.

Contra todas as previsões, os visitantes, aos 21 minutos, silenciaram o estádio, com um golo de Tom Masiko, sem possibilidades de defesa do guarda-redes da equipa militar.

Aos 31 minutos, o 1º de Agosto empatou o jogo com golo de Bua, que passou com alguma dificuldade o sector defensivo dos ugandeses.

Após o golo do empate, os campeões nacionais continuaram a fustigar o último reduto contrário, numa altura em que Isaac, aos 33 minutos, quase marcou o segundo, se o seu remate não fosse para as alturas da baliza ugandesa.

Aos 38 minutos, o 1º de Agosto desfez o empate por intermédio de Geraldo, de cabeça, na sequência de um cruzamento de Isaac do lado direito.

Antes do intervalo, a equipa de arbitragem, que viajou do Congo Brazzaville, anulou mal um golo dos anfitriões, ao considerar posição ilegal de Geraldo.

Após o repouso, as duas equipas reentraram sem qualquer alteração, mas com o 1º de Agosto a procura do golo de tranquilidade, enquanto o Kampala tentava conservar o resultado que lhe daria a qualificação, mercê do golo marcado.

A passagem do 64º minuto, os militares quase chegaram ao terceiro, mas Nelson foi infeliz ao rematar fraco para o guarda-redes visitante.

Dois minutos depois, passe de Geraldo quase resultou em golo, mas Vado chegou atrasado para fazer o remate final.

Os visitantes também continuaram a incomodar o último reduto dos anfitriões, com remates a distância na tentativa de surpreender o guarda-redes Tony Cabaça.

Este resultado, que dá a qualificação do Kampala City, em nada alterou até ao apito final.

 

Anúncios
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, DESPORTOS, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: