Quedas de Calandula potenciam o turismo.

Visitar Malanje e não se deslocar às majestosas Quedas de Calandula, é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa. Esta frase vai-se tornando frequente nos últimos dias, quando o assunto é a visita à província da Palanca Negra.

As Quedas de Calandula, belo encanto natural do nosso território e uma das Sete Maravilhas de Angola são indiscutivelmente um verdadeiro pólo de atracção turística.
Em dias normais, diz o administrador Pedro Sebastião Dembue, os números não passam de uma dezena. Mas nos feriados e fins de semana prolongados, os números sobem significativamente. “Na casa dos 300 a 500 turistas. Vezes há em que não há espaço para parquear as viaturas”, completou.
Localizadas no rio Lucala, o mais importante afluente do rio Cuanza, as Quedas de Calandula, são as maiores de Angola e as segundas maiores de África, depois das Quedas Victória, entre a Zâmbia e o Zimbabwe, com 410 metros de comprimento e 105 de altura.

Sol para a promoção de pequenas e médias empresas para a criação de agências de viagens, entre outros serviços de apoio ao turismo.

Anúncios
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, TURISMO, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: