600 milhões de crianças vão viver com pouca água em 2040

Pelo menos 600 milhões de crianças, ou uma em cada quatro crianças a nível mundial vão viver em 2040 em áreas com recursos hídricos extremamente limitados, indica um relatório da UNICEF, denominado “Sede de Futuro”, publicado terça-feira em Nova Iorque, Estados Unidos.

O relatório analisa as ameaças à vida e bem-estar das crianças causadas pelo esgotamento das fontes de água potável no mundo.

O documento que foi  publicado em alusão ao dia Mundial da Água, elucida que a escassez das fontes de água é uma consequência das alterações climáticas que irão intensificar estes riscos nos anos que se seguem.

Para o director Executivo do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), Anthony Lake, milhões de crianças deparam-se com a falta de acesso à água potável, facto que coloca as suas vidas e saúde em perigo, prejudicando assim o seu futuro.

Lake considera que esta crise crescerá apenas se não se tomar uma acção colectiva agora.

De acordo ainda com o relatório, 36 países estão actualmente a enfrentar níveis extremamente altos de stress hídrico, o que ocorre quando a demanda de água excede em muito a oferta renovável disponível.

As temperaturas mais elevadas, o aumento do nível do mar, o aumento de inundações, as secas e o derretimento do gelo afectam a qualidade e a disponibilidade de água, bem como os sistemas de saneamento.

O crescimento da população, o maior consumo de água e maior demanda de água devido à industrialização e urbanização estão a escassear os recursos hídricos em todo o mundo.

Sublinhou que os conflitos em muitas partes do mundo também ameaçam o acesso das crianças à água potável. Para o diplomata da ONU, todos estes factores forçam crianças a utilizarem água imprópria, o que as expõe à doenças potencialmente mortais como a cólera e a diarreia.

Sustentou que na sua pesquisa que muitas crianças em áreas afectadas pela seca passam horas acarretando água diariamente, perdendo a oportunidade de ir à escola.

As raparigas estão especialmente vulneráveis a ataques nestes períodos. As crianças mais pobres e vulneráveis serão mais afectadas por um aumento no stress hídrico, diz o relatório, visto que milhões delas já vivem em áreas com um acesso restrito à água potável e saneamento.

O relatório observa ainda que quase 663 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a recursos hídricos adequados e 946 milhões de pessoas defecam a céu aberto. Mais de 800 crianças abaixo dos cinco anos de idade morrem diariamente de diarreia, que advém de condições impróprias da água, saneamento e higiene. Globalmente, mulheres e meninas gastam 200 milhões de horas acarretando água todos os dias.

O Unicef diz ainda que o impacto das alterações climáticas sobre as fontes de água não é inevitável, e conclui em seu relatório com uma série de recomendações que podem ajudar a conter o impacto das alterações climáticas sobre as vidas das crianças. Como recomandações insta aos governos a planificar com base na disponibilidade e demanda de água nos próximos anos, priorizando acima de tudo, o acesso de crianças mais vulneráveis à água potável acima de outras necessidades hídricas, de maneira a maximizar os resultados sociais e de saúde.

Acrescentou que os riscos climáticos deverão ser integrados em todas as políticas e serviços relacionados com água e saneamento, e os investimentos deverão visar populações de alto risco. As indústrias precisam trabalhar com as comunidades para prevenir a contaminação e esgotamento de fontes de água potável. As comunidades devem explorar maneiras de diversificar as fontes de água e aumentar as suas capacidades de armazenar água de forma segura.

Anúncios
Categories: ANGOLA, SAÚDE, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: