Got Talent Portugal: Angolana elogiada?

 

 Angolana elogiada pelo júri e surpreendida em directo.

Delfina, que foi estudar para Portugal aos 12 anos, decidiu lutar pelo sonho de cantar através do “Got Talent Portugal”.

Com 19 anos e a residir em Sines, a angolana impressionou, na primeira audição, o júri formado por: Cuca Roseta, fadista e uma das vozes da nova geração do fado em Portugal; Pedro Tochas, actor, artista de rua e comediante, e Manuel Moura dos Santos, crítico musical e manager de grandes nomes da música portuguesa.

Chegar às semi-finais foi um feito importante para a concorrente que, por se encontrar rouca nas audições, não estava confiante. À RTP, Delfina disse que “foi com grande satisfação, orgulho e emoção que vi o meu nome ficar entre os semi-finalistas”.

Delfina Fenty viu a sua participação no programa chegar ao fim na segunda gala em directo do programa. Fenty não reuniu votos suficientes por parte do público.

Apesar da despedida, o talento da concorrente angolana não passou despercebido. Daniela Ruah, actriz portuguesa com sucesso nos Estados Unidos e jurada especial da segunda semi-final, rendeu-se à presença em palco de Delfina.

Daniela Ruah começou a noite com o único botão dourado da mesa dos jurados. O concorrente que recebe o botão dourado passa directamente para a final. “Delfina és uma estrela e, se eu tivesse outro botão dourado, dava-te.”, confessou a actriz. “Adorei, adorei”, finalizou.

“Uma pessoa não consegue tirar os olhos de ti”, disse Pedro Tochas que concordou com a opinião de Daniela Ruah. “Já tens uma coisa que é presença e carisma. Eu fiquei rendido”, terminou o actor.

Apesar de elogiar a atitude, presença e voz potente da concorrente, Cuca Roseta não deixou de falar sobre a técnica vocal. “Desafinaste um bocadinho”, notou. Apesar disso, Cuca, a primeira jurada da noite a comentar a perfomance de Delfina, admitiu que a concorrente tem talento e deve continuar a lutar pelo seu sonho. “Tu tens um talento e deves continuar em frente, sempre. Tens um grande talento dentro de ti.”.

Manuel Moura dos Santos, um dos grandes defensores de Delfina nas audições, não ficou convencido com a escolha musical da concorrente. “Penso que a música não é muito feliz para ela. Com uma coisa mais lenta, se calhar tinha desafinado menos e tinha mostrado mais capacidades do que o que mostrou, mas o ambiente geral da actuação foi muito bonito”. Para o jurado visto como o mais difícil de agradar, Delfina Fenty conseguiu passar “qualquer coisa, sem ser perfeito, de especial” para o júri e o público. Para Manuel, Delfina ainda é muito jovem e deve acreditar que para a próxima vez será melhor.

A humildade de Delfina também não passou despercebida ao longo do concurso. No final, a concorrente confessou que as críticas do júri foram mais do que o que esperava ouvir. “Agradeço do fundo do meu coração”, concluiu durante a gala em directo da segunda semi-final do programa português realizada no passado domingo.

Uma noite de emoções fortes para Delfina Fenty

Delfina Fenty, a única concorrente com a família distante, não contava com a surpresa que o concurso preparou.

Depois de encerradas as linhas para votar, Sílvia Alberto, uma das apresentadoras da gala do Got Talent Portugal, lembrou que Delfina não está com a família, que reside em Cabinda, há muitos anos.

“O Got Talent quis que tu tivesses um momento especial e preparou esta surpresa só para ti”, anunciou Sílvia Alberto.

De seguida, Delfina e todos os que acompanharam a gala tiveram a oportunidade de ouvir a mãe de Delfina. A concorrente não conseguiu conter as lágrimas. “Muito obrigada à produção”, agradeceu a concorrente que não vê a família há quase sete anos.

“Eu sei o que é estar longe de casa durante muito tempo. Nunca fiquei tanto tempo sem ver a minha família, mas sei o que custa não ter esse apoio imediato, por isso, sinto por ti”, disse, também em lágrimas, a jurada convidada que participa na série americana Investigação Criminal: Los Angeles, com LL Cool J e Chris O’Donnel.

Delfina Fenty subiu ao palco da semi-final do Got Talent Portugal 2017 com a música “Scars to your beautiful”, de Alessia Cara.

 

Advertisements
Categories: Uncategorized, CULTURAIS, ÁFRICA, ANGOLA, Portugal, Musica Angolana | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: