Ministro da Defesa Angola está em Washington.

 O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, assina hoje, em Washington, com as autoridades norte-americanas um “Memorando de Entendimento”, naquele que é o ponto mais alto da visita de três dias aos Estados Unidos da América.
À chegada ontem ao Aeroporto Militar Joint Base Andrews, em Washington, o ministro da Defesa Nacional foi recebido pelo embaixador de Angola nos Estados Unidos, Agostinho Tavares, e por Helen La Lime, embaixadora norte-americana acreditada em Angola.
Em Washington, o ministro tem previsto um encontro no Pentágono, com o secretário da Defesa, James Mattis. A visita ao Arlington National Cemetery, no Estado da Virgínia, onde estão enterrados mais de 400 mil militares mortos nas diferentes guerras travadas desde a revolução americana até à guerra do Iraque, consta do programa de visita do ministro.
A reunião entre os representantes dos dois Estados pode incidir no desejo das autoridades americanas em capitalizar melhor a condição de Angola como um dos parceiros estratégicos na África Subsariana e a importância que atribuem à liderança do país na prevenção e resolução de conflitos no continente. O acordo de cooperação militar existente está consubstanciado na formação de angolanos em escolas militares americanas e na assistência à luta contra o VIH-SIDA nas Forças Armadas Angolanas.
A reunião das chefias militares dos dois países pode também passar pelos últimos desenvolvimentos políticos, de segurança e humanitário na região dos Grandes Lagos, particularmente na República Democrática do Congo (RDC). A influência que Angola exerce no Golfo da Guiné pode abrir caminho à cooperação ao nível das marinhas, para conter o terrorismo ao longo da sua costa.
Em breves declarações à imprensa, o ministro João Lourenço considerou a visita histórica e de grande importância, uma vez que o “Memorando de Entendimento” vai aproximar as relações entre os dois países de uma forma geral e, particularmente, no domínio da Defesa. Além de ressaltar que é a primeira vez que tem lugar um encontro a este nível, o ministro referiu que o instrumento a ser rubricado é suficientemente aberto para permitir que a partir deste possam ser assinados acordos mais específicos em vários domínios da cooperação na Defesa.

Parceria muito forte

Em Março, no final de uma de duas audiências concedidas pelo ministro da Defesa Nacional, num intervalo de 20 dias, à embaixadora norte-americana em Angola, Helen La Lime manifestou preocupação com a situação na RDC e considerou importante o papel de Angola na estabilidade desse Estado da Região dos Grandes Lagos.
Helen La Lime disse que Angola e os EUA têm uma “parceria muito forte” na região dos Grandes Lagos. As autoridades norte-americanas têm reiterado que os objectivos são de longo de prazo, sendo que os dois países vão continuar a envidar esforços no sentido de providenciarem a assistência humanitária e de segurança na região.
Sobre as ameaças que pairam no Golfo da Guiné, outra região de interesse comum, tropas angolanas e de países membros da Comissão do Golfo da Guiné participaram recentemente no exercício “Obangame Express 2017”. Liderado pelo Comando Militar Norte-Americano para África (AFRICOM), o exercício teve como objectivo testar as forças marítimas em operações navais e aumentar a capacidade e agilidade dos países do Golfo da Guiné, no combate à pirataria, pesca e à imigração ilegal e manutenção da segurança na região.
Além de assegurar que o seu país está aberto à formação de angolanos na área militar, nas escolas de guerra, quer através de conferências, quer de cursos de curta e longa duração, Helen La Lime apontou como um dos requisitos de ingresso a fluência na língua inglesa. “Temos um quadro das relações bilaterais forte, por vezes com diferenças de opiniões. Podemos discutir de tudo. Ambos os países defendem os seus interesses, mas há muita área comum onde agora aproveitamos para trabalhar em conjunto”, disse.

Ponto alto nas relações

As relações bilaterais entre Angola e os Estados Unidos situam-se no ponto mais alto, considerou o embaixador angolano naquele país, tendo acentuado que “elas nunca estiveram tão boas como agora”. Agostinho Tavares justificou a sua posição com as recorrentes visitas realizadas nos dois últimos anos aos EUA, ao mais alto nível, por governantes angolanos e o Angola Day. “As nossas relações com as autoridades norte-americanas têm estado a progredir e pensamos que a visita do ministro da Defesa Nacional vem reforçar este propósito”, disse o diplomata.
Apesar de ter havido recente mudança na governação norte-americana, na sequência das eleições presidenciais realizadas em 2016, Agostinho Tavares manifestou optimismo na continuidade de uma relação privilegiada com os EUA, porquanto Angola ocupa uma posição estratégica no continente africano.
“Angola é um factor de estabilidade e garantia de paz para o continente, e os EUA certamente vão trabalhar como parceiros para ajudar no combate ao terrorismo e na estabilidade da região”, disse, realçando que o futuro é promissor.
A delegação angolana é integrada pelo secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Augusto, o embaixador de Angola nos EUA, Agostinho Tavares, o director de cooperação internacional do Estado-Maior General das FAA, tenente-general Filomeno Couceiro, o adido de Defesa de Angola acreditado junto das autoridades norte-americanas, tenente-coronel Eduardo Neto, e o director interino de Relações Internacionais do Ministério da Defesa Nacional, coronel Pedro Sozinho.
Parceiros na busca de soluções para os diferentes conflitos existentes no continente africano, Angola e os Estados Unidos da América mantêm relações diplomáticas desde Maio de 1993.

Advertisements
Categories: ANGOLA, ÁFRICA, ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: