Cuba acusa EUA de agravar clima de tensão.

Presidente cubano Raul Castro pediu informações para ajudar a esclarecer a origem dos ataques.

O Governo de Cuba considerou ontem infundada e inaceitável a decisão dos Estados Unidos de expulsar 15 diplomatas cubanos de Washington como uma medida de reciprocidade para a drástica redução do seu pessoal na Embaixada em Havana, após os supostos ataques sónicos contra funcionários americanos.

“O Ministério das Relações Exteriores de Cuba protesta energicamente e denuncia essa decisão infundada e inaceitável, bem como o pretexto utilizado para a justificar, por afirmar que o Governo de Cuba não adoptou todas as medidas adequadas para prevenir os ataques”, disse o ministro cubano, Bruno Rodríguez, que acrescentou que a medida anunciada na terça-feira pelo Departamento de Estado dos EUA de expulsar diplomatas cubanos de Washington, sem resultados conclusivos ou provas sobre os supostos ataques sónicos, acaba por “carácter eminentemente político”.

Categories: AMERICA LATINA, ANGOLA, ÁFRICA, CUBA, CUBA - ÁFRICA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, CUBA-ANGOLA, ESTADOS UNIDOS, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Politica Exterior, Relações Estados Unidos Cuba, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: