Saiba as diferenças entre uma cesariana e um parto normal (via vaginal) e porque Portugal criou a Comissão Nacional para a Redução da Taxa de Cesarianas.
Na cesariana a recuperação é mais lenta, e a mulher pode sentir mais dores no pós-parto (devido à cicatriz).

Tendo em conta que a cesariana é uma procedimento cirúrgico, há sempre anestesia envolvida e o trabalho de parto é mais curto.

No entanto, a amamentação pode ser mais difícil e existe um maior risco para o bebé de desenvolver doenças respiratórias.

No parto normal, a recuperação é mais rápida e existe um menor risco de complicações (quer para a mãe quer para o bebé).

As dores pós parto também são menores e a amamentação torna-se mais fácil, pois poucas horas após o nascimento a mãe pode começar logo a dar de mamar.

O trabalho de parto pode ser mais longo, e pode haver anestesia ou não (a sua aplicação depende de vários fatores). Continuar a ler