Daily Archives: 7 de Junho de 2018

BOLAS DE BERLIM.

Massa

INGREDIENTES

Farinha T65 450 g
Açúcar 50 g
Fermento fresco de padeiro 15 g
Sal Fino 1 colher de chá
Manteiga amolecida 25 g
Leite morno 225 ml
Ovo 1 unidade
Óleo para fritar usar q.b.

Creme

Leite 500 ml
Ovos inteiros 2 unidade
Açúcar 100 g
Maizena 50 g
Casca de 1/2 limão

Polvilhar

Açúcar 100 g
Canela 1 colher de sopa

PREPARAÇÃO

Comece por preparar a massa, misturando o açúcar com o leite morno, a manteiga e o fermento.

Coloque num recipiente amplo a farinha. Forme uma cavidade no centro e adicione os restantes ingredientes. Misture com uma colher de pau.

Adicione o ovo e o sal e misture.

Transfira a massa para a bancada de cozinha e trabalhe, com as mãos, ou com a batedeira, durante cerca de dez minutos, até obter uma massa brilhante e elástica. Evite adicionar mais farinha.

Pincele um recipiente com um pouco de óleo. Coloque a massa, envolva com película aderente e depois com um pano e deixe levedar até duplicar o volume inicial.

Entretanto, prepare o creme:

Misture, numa taça, a Maizena, o açúcar, os ovos inteiros e cerca de duas colheres de sopa de leite.

Leve o leite restante ao lume, juntamente com a casca de meio limão.

Anúncios
Categories: #Ricas Receitas, ANGOLA, CULTURAIS, SOCIEDADE, Uncategorized | Deixe um comentário

Combate à malária ser uma luta de todos.

Ana Paula Correia Victor, que discursava na cerimónia de abertura de um encontro metodológico sobre a malária, organizado  pelo Governo da Província de Luanda, na  Escola  Nacional de  Administração (ENAD), insistiu na necessidade de eliminação dos focos de águas paradas e do lixo, além do investimento na educação das famílias,  para estas adoptarem comportamentos saudáveis relativos à higiene pessoal e  à protecção do meio ambiente. Afirmou, que, para o  combate à malária de forma eficaz, é necessário haver investimento no saneamento básico.

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, presente no encontro, declarou que estão a ser feitos esforços  para que os medicamentos cheguem  a todas unidades sanitárias do país, além de estarem a ser tomadas medidas para o diagnóstico precoce da doença, a fim de garantir que o tratamento seja sempre bem sucedido.

Categories: #salud, ANGOLA, ÁFRICA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: