Abraços à pátria estendida (+ fotos)

Na sede da Missão Cubana junto às Nações Unidas, o presidente cubano se reuniu com cubanos residentes nos Estados Unidos.

Presidente cubano dentro de un mar de personas que aman la Isla.

Presidente cubano em um mar de pessoas que amam a ilha Foto: Tirado do perfil do Facebook de, Leticia Martínez
NOVA IORQUE.- O nosso hino nacional foi cantado de emoção, nesta sexta-feira à noite, da Missão de Cuba às Nações Unidas. Centenas de vozes amigáveis, quase todos os cubanos que moram nos Estados Unidos, uniram-se para tecer com firmeza essas notas, com solenidade e orgulho.

Assim começou a reunião que teve como inspiração a Ilha e que contou com a presença do Presidente dos Conselhos de Estado e Ministros da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez.

Para aqueles que vivem no país do norte e estão unidos por suas histórias de vida e sentimentos para a pátria das palmeiras, o chefe de Estado os chamou compatriotas nas palavras que ele deu lá como um pórtico de uma reunião que se tornou múltipla abraços, nos diálogos da irmandade, no estímulo à luta para romper o bloqueio, em saudações ao Presidente que veio hoje a Nova York para trazer uma mensagem de paz e dignidade do país caribenho.

A presença da alma de Marti era inevitável em tudo o que acontecia no encontro emocional com os cubanos que viviam nos Estados Unidos. Díaz-Canel recordou o mistério da ternura do nosso antepassado – aquela doce palavra: cubana, como dizia o apóstolo; e evocou o líder histórico da Revolução como “o principal arquiteto do fortalecimento dos laços com os cubanos que vivem no exterior”.

“A sua visão estratégica, afirmou, continuada pelo Primeiro Secretário Raul Castro Ruz, levou-nos a promover a mais profunda reforma da imigração realizada nos últimos 60 anos, a pedra angular da política do nosso governo para com os seus nacionais no estrangeiro.”

Para os presentes, o presidente confirmou que o fortalecimento dos laços entre Cuba e seus nacionais no exterior é contínuo e irreversível, como sinal da continuidade da Revolução e da Unidade da Nação.

“Nunca esqueceremos a oportunidade que nos deram hoje para nos aproximarmos da pátria ampliada em vocês, aqui na mesma cidade onde dizem que os humildes emigrantes cubanos deram a Martí o título de Apóstolo.”

Sim, como humano e salvador, realizou-se o encontro entre o Presidente e a delegação que o acompanha, com os cubanos que moram no norte que, além de absurdas hostilidades, vislumbram a Pátria de José Martí, para aquela raiz que vai além fronteiras físicas e que é dada pela vontade daqueles que, apesar das distâncias geográficas, compartilham nossa luta.

Os convidados levaram consigo imagens fotográficas como testemunhos de seus diálogos com Diaz-Canel, que dedicaram tempo a todos esquecendo o cansaço de dias intensos mas frutíferos para construir pontes fraternas. «Contamos com você. Somos Cuba “, disse o Chefe de Estado com esperança e firmeza.

 

 

 

Anúncios
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: