A saúde pública cubana é o setor mais afetado pelo bloqueio dos EUA

Por Granma

8333-saludbloqueo

O bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra Cuba tem um grave impacto na cooperação médica e científica entre os dois países, denunciou o Ministério da Saúde da ilha.

No início de audiências públicas convocadas pela Assembléia Nacional do Poder Popular para rejeitar o cerco em vigor há quase 60 anos, o diretor de Relações Internacionais do Ministério da Saúde, Nestor Marimón, colocou neste exemplos de capital de como a colaboração é outra vítima de a hostilidade de Washington, relata o jornal Granma.

Viagem de médicos e cientistas cubanos para os Estados Unidos para eventos e outras trocas diminuiu drasticamente este ano a partir do recrudescimento do bloqueio por parte da administração do presidente Donald Trump, disse ela no Hospital Ensino Clínico Cirúrgica Comandante Manuel Fajardo, local da reunião.

De acordo com Marimon, até agora em 2018, havia apenas três viagens, em comparação com 100 no ano passado e 134 em 2016, quando estava em marcha um processo de aproximação entre Havana e Washington, anunciou no final de 2014 pelos então presidentes Raúl Castro e Barack Obama.

Visitas de especialistas americanos e acadêmicos para eventos, cirurgias conjuntas, treinamento e outras formas de cooperação médica também caíram significativamente, acrescentou.

O gerente disse na audiência pública que Cuba não coloca qualquer obstáculo à interação bilateral no domínio sensível da saúde, um dos mais afetados pelo bloqueio, cerco Trump reforçou em junho de 2017, com uma ordem executiva visando neutralizar o progresso dada por Obama, que reconheceu o fracasso dessa política contra a ilha.

“Damos visto, as objeções e obstáculos são deles”, disse ele em referência à escalada da hostilidade anticubana aplicada nos últimos meses pela atual administração na Casa Branca.

Marimon chamado de bloqueio injusto e criminoso na reunião que teve a participação de dezenas de médicos, enfermeiros e estudantes de medicina na capital, convocada pela Comissão da Assembleia Nacional de Saúde e do Desporto.

Nos próximos dias, outros sectores e províncias sediará processo de audiências públicas enquadrado na rejeição do bloqueio na sociedade cubana, quando menos de um mês necessário para uma nova votação, em 31 de Outubro, a Assembleia Geral da ONU sobre a projeto de resolução pedindo o levantamento das sanções dos EUA.

Desde 1992, a comunidade internacional aprovou iniciativas semelhantes na Assembléia Geral, um apoio que nos últimos três anos resultou em 191 dos 193 países membros das Nações Unidas.

RHC

Publicado por tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: