Soros, terrorismo As ligações do Brasil com Bolsonaro e o senador Marco Rubio revelaram

Links e afinidades entre Brasileira Jair Bolsonaro candidato presidencial de extrema-direita do Partido Liberal Social (PSL), e senador Marco Rubio estão expostos hoje no Brasil, em um artigo publicado pela revista Carta Capital.
Armamento, o sionismo e um ódio visceral para o governo de Nicolas Maduro, na Venezuela, são pontos de contato entre os dois personagens, disse a fonte, eles teriam encontrado em março passado na Flórida, onde falou por quatro horas sem, a pedido do host, haveria fotos ou comentários públicos.
Mais recentemente, em agosto passado, um dos filhos de Bolsonaro, Eduardo, viajou para os Estados Unidos para se reunir com assessores Rubio, bem como o estrategista-chefe da campanha do presidente Donald Trump, que foi vitorioso em 2016.
Além disso, um dos confidentes do ex-capitão do Exército Brasileiro, Waldir Ferraz, iria viajar com freqüência para Miami para receber dinheiro e instruções do legislador americano que, de acordo com o jornalista e filósofo mexicano finanças Luis Alberto Rodriguez’ e apoia as aspirações de Político carioca. ‘

O relatório da Carta Capital também observa que a disputa uma vaga no Senado em 2010, Rubio recebeu apoio monetário a partir da National Rifle Association, por isso seria bom para os negócios, como o seu financiamento se o Brasil quer Bolsonaro- facilitar a veia irrestrita de armas para a população.

Por outro lado, Rubio demoniza Venezuela, assim como o candidato presidencial brasileira da extrema direita, e defende intervenção no país sul-americano, de modo ‘não ser descartada uma guerra ali um governo Bolsonaro’.

Outro ponto de concordância entre eles é a sua afinidade com Israel: o senador republicano é um dos maiores lobistas pró-sionismo no Congresso dos Estados Unidos, e também aproveita este tendo entre seus principais patrocinadores o ex-chefe da Federação Judaica da Grande Miami, o bilionário Norman Braman.

Rubio também recebeu na campanha presidencial de 2012 mais de 100 milhões de dólares do magnata casino em Las Vegas, Sheldon Adelson, que de acordo com a colabora ‘uma autoridade do governo’ Michel Temer’ com a campanha Bolsonaro, através de empresários judeu-brasileiros.

A publicação também lembrou que a extrema direita do PSL, que em 2016 viajou para Israel para ser batizado no rio Jordão, apoiou a decisão de Trump de mudar para Jerusalém a embaixada americana naquele país, e até prometeu ganhar a presidência expulsaria de Brasília para a missão diplomática palestina. Jair Bolsonaro jogará no próximo domingo o segundo turno das eleições presidenciais contra o candidato da coalizão O povo feliz novamente e o Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, e chegará com uma vantagem de pelo menos 13 pontos percentuais em a intenção de votar, de acordo com as pesquisas mais recentes.

(Extraído de Prensa Latina)

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: