Eleições da Flórida

De Lázaro Fariñas

Se, como eu, uma vez sonhou, uma enorme nave espacial mudou-se para a ilha de Cuba para o meio do oceano Atlântico ou do Pacífico, agora eu não estaria escrevendo sobre o que acontece nos Estados Unidos. Infelizmente, meu sonho era apenas isso e o sonho permaneceu, então devo continuar escrevendo, para Cuba, o que está acontecendo neste país. Pelo menos aqui eu posso dar aos meus conterrâneos minha opinião sobre alguns dos eventos que ocorrem diariamente a apenas alguns quilômetros ao norte de suas costas.

Agora, vou comentar as próximas eleições, que considero muito importantes para o futuro das relações entre Cuba e os Estados Unidos.

Se estas que são mantidas até 6 de novembro próximo pelo Senado Federal no estado do Texas Ted Cruz entre republicanos e democratas Beto O’Rouke são importantes, que terá lugar no mesmo dia na Flórida salvo talvez ainda mais transcendência para ambas as partes e para o futuro desta nação. No Texas, o que está prestes a perder um senador em Washington é o Partido Republicano, enquanto na Flórida é o democrata que está em perigo.

Um adeus ao imprescindível Ted Cruz seria de grande benefício para as relações futuras e atuais entre os dois países. Cruz, como você sabe, é um inimigo amargo e jurado da melhoria dessas relações, portanto, seria benéfico para o homem fazer as malas e voltar para casa para nunca mais machucar em Washington.

O caso da Flórida é muito diferente. O atual senador, Bill Nelson, também é inimigo de Cuba, mas, pelo menos, pertence ao Partido Democrata, o mesmo partido que em 2014 apoiou Barack Obama para dar o passo histórico de restabelecer relações diplomáticas com Cuba.

Rick Scott, atual governador do estado, amigo multimilionário, republicano e íntimo de Trump, em nenhum momento e sob nenhuma circunstância aceitar qualquer política de reaproximação dos Estados Unidos com Cuba. O homem não é apenas íntimo do presidente, mas está cercado pelo pior da ultra-direita anti-cubana em Miami. O Diaz-Balart, o Llena Ross e quantos herdeiros do Batistianismo vivem nesta cidade, apoiam cegamente este cavalheiro.

Nelson não é amigo de boas relações com Cuba, mas pelo menos ele é uma pessoa decente, enquanto a história pessoal do governador Rick Scott não é motivo de orgulho. Basta dizer que, no passado, como presidente de uma empresa que oferecia assistência médica, ele fraudou o Medicare pelo qual, como conseqüência, teve que pagar a maior multa que já foi paga àquela instituição de saúde, isto é, mais de um bilhão de dólares.

O homem é de armas para tomar e seu passo pelo governo do estado deixa pouco a desejar. O incrível é que ele foi eleito e reeleito para o cargo de governador, que no momento está praticamente empatado nas pesquisas e suas chances de derrotar o democrata são bastante prováveis.

Acredito que o triunfo de qualquer um dos dois estará intimamente relacionado a outra das eleições que ocorrerão na mesma data: as do governo do estado. Nessas eleições há dois candidatos, também completamente diferentes, um democrata da raça negra com idéias extremamente liberais e um magnífico programa de reformas sociais, e um republicano branco reacionário, extremo direitista e amigo íntimo de Donald Trump.

O democrata Andrew Gillum é o atual prefeito de Tallahassee, a cidade que é a capital da Flórida, e é um homem carismático que pode atrair muitos eleitores às urnas. O republicano Ron DeSantis é um congressista meio opaco e meio-pesado que não esconde sua admiração pelas idéias de Donald Trump, nem mesmo em seus anúncios de campanha. A participação de Gillum pode motivar a comunidade negra a sair em massa para votar, algo que, juntamente com o voto feminino e o antitumorismo vigente, pode muito bem influenciar um grande triunfo do Partido Democrata na Flórida.

Escusado será dizer que todos os congressistas do Estado e do país terão de ser eleitos nestas eleições e que o resultado dependerá de o presidente receber a tão desejada camisa de força que limita os seus movimentos ou, pelo contrário, a loucura. permanecerá solto e não será vacinado, como tem sido até agora. Vamos esperar e ver o que acontece.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: