Nos próximos dias começa o retorno à Pátria dos médicos cubanos no Brasil.

Profissionais cubanos no Brasil trabalhavam em lugares onde havia um médico pela primeira vez. 

O retorno dos profissionais de saúde cubanos que estão no Brasil começará no final desta semana e deverá terminar em meados de dezembro, além de garantir a transferência de todos os seus pertences, informaram nesta capital autoridades dos ministérios da Saúde Pública (Minsap) e dos Transportes (Mitrans).

O doutor Jorge Delgado Bustillo, diretor da Unidade Central de Cooperação Médica (UCCM), disse que, juntamente com um grupo de agências da Administração Central do Estado durante dias está se trabalhando, com vista ao retorno ordeiro e sem contratempos daqueles que honrosamente cumpriram seu dever internacionalista, como parte do Programa Mais Médicos para o Brasil, agora obstruído pelo presidente eleito naquele país.

Ao chegar à terra natal, todos serão recebidos no aeroporto internacional José Martí, de onde sairão imediatamente para seus territórios, e também em seus respectivos centros de trabalho e comunidades para recebê-los como já fizeram com aqueles que cumpriram sua missão recentemente e chegaram poucas horas depois de conhecer a Declaração do Minsap de não continuar participando do referido programa, diante das ameaças do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

Delgado Bustillo reiterou que esses colaboradores, bem como todos aqueles que atualmente colaboram em 66 outros países, têm garantido seu emprego e a possibilidade, se assim o desejarem, de prestar seus serviços de solidariedade em outras nações onde Cuba tem profissionais da saúde.

Ele esclareceu que, enquanto se aguarda seu retorno definitivo ao país, «nossos médicos continuarão prestando assistência à população brasileira».

Eduardo Rodríguez Dávila, vice-ministro dos Transportes, disse que este órgão, juntamente com o Minsap e outras instituições, está trabalhando duro para garantir a transferência segura, e o mais rápido possível, de todos os pertences ou equipamentos dos trabalhadores cubanos, incluindo seus bens domésticos.

Autoridades da Transcargo e do Palco viajarão para o Brasil para coordenar com os operadores de carga, com os quais têm contratos, o embarque, por via aérea ou marítima, dessas cargas, que uma vez em Havana serão extraídas no menor tempo e estarão livres de pagamento de tarifas, bem como a bagagem que acompanha o trabalhador humanitário, de acordo com uma nota da Alfândega Geral da República.

O primeiro vice-ministro dos Transportes afirmou que, para evitar retrocessos, os próprios colaboradores estão sendo solicitados a cumprir a legislação brasileira e a realizar os procedimentos pessoais sem demora para solicitar a transferência de seus pertences e organizar melhor as operações.

Recentemente, o Minsap anunciou que Cuba não continuará participando do Programa Más Médicos, uma iniciativa promovida pelo governo da presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, para expandir o acesso à assistência médica no gigante sul-americano.

Essa decisão do governo cubano deve-se às novas condições levantadas pelo presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, que, ignorando os acordos estabelecidos e a participação no acordo da Organização Pan-Americana da Saúde, anunciou mudanças e condições que questionam a preparação dos médicos cubanos, e propõe medidas inaceitáveis ​​que violam as garantias acordadas desde o início do Programa.

A presença da Ilha maior das Antilhas no projeto foi coordenada por essa organização internacional e se distinguiu ocupando lugares não cobertos por médicos brasileiros ou de outras nacionalidades.

Em cinco anos, cerca de 20 mil funcionários da Ilha trataram 113,3 milhões de pacientes, muitos deles habitantes de lugares onde viram um médico pela primeira vez ou em lugares de extrema pobreza.

Anúncios
Categories: #colaboracion medica cubana, #salud, AMERICA LATINA, Brasil, colaboração, Cooperacion, CUBA, CUBA - BRASIL, Mais Medicos, SAÚDE, Solidaridade, solidariedade, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: