Mais da conexão Washington-Bolsonaro: a conspiração

De IslaMía
Desmantelar o programa More doctors no Brasil, respondendo a uma conspiração secreta planejada, organizada e financiada nos Estados Unidos envolvendo o próprio presidente Trump, seu secretário de Estado Mike Pompeo, o senador Marco Rubio, outros altos funcionários de inteligência dos EUA e , particularmente, ao presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro. A embaixada dos EUA no Brasil e os consulados em Belo Horizonte, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, monitoram esse plano.

O objetivo dessa conspiração é claro: junto com o ressurgimento do bloqueio econômico contra Cuba e a perseguição de empresas que a violam, a proibição de viagens a Cuba por turistas americanos e a lista proibida de centros turísticos que eles podem visitar, a intensificação da guerra midiática e a desinformação com base em notícias falsas, o ataque aos Másteres tem como objetivo 1) eliminar uma importante fonte de renda para Cuba e 2) promover a deserção de um número significativo de profissionais de saúde treinados na ilha, sob promessas duvidosas de benefício material individual.

A estratégia foi planejada desde março passado em uma reunião secreta entre Bolsonaro e Marco Rubio, segundo a revista brasileira Carta Capital. Sobre esta questão, eles concordaram não só – de acordo com fontes – futuras posições de Bolsonaro contra a Venezuela e seu possível envolvimento, se necessário, em uma intervenção armada para derrubar o presidente Maduro. Ao mesmo tempo, no caso de Cuba, tratou-se da possível ruptura das relações diplomáticas com a Ilha, contribuindo para a intenção de isolá-la internacionalmente.

Rubio, juntamente com outros membros do governo de Trump ligada ao Departamento de Estado e da CIA, eles projetaram o que seria feito para remover o programa mais médicos, ativado pelo ex-presidente Dilma Rousseff em 2013. Bolsonaro simplesmente aceitar essa estratégia e comprometida para implementá-lo o mais rápido possível. Uma dessas medidas concebidas era esperado para Cuba, com as ações provocativas de Bolsonaro, retirar seus médicos, manipulando esta decisão através da mídia sheBANG imprensa de direita no Brasil e empregando vários fatores “opinião” e legislação Trastrocar e viciar a verdade. Para dar continuidade aos acordos iniciais, um filho de Bolsonaro se encontrou em agosto com Steve Bannon, um dos arquitetos do triunfo de Trump e colaborador próximo dele.

Estados Unidos, de acordo com os acordos, o apoio através da diplomacia tenta torpedear o programa Bolsonaro mais médicos, o que só se materializar com as recentes declarações do secretário de Estado dos EUA para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Kimberly Breier. Para isso a prometida visita de John Bolton acrescenta, o conselheiro de segurança nacional do presidente Donald Trump, que anunciou que vai visitar o Rio de Janeiro em 29 de novembro para se reunir com o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

Uma série de organizações internacionais, como Solidaridad Sin Fronteras (SSF), a ONG cubana Arquivo baseada nos Estados Unidos, e outro brasileiro estaria envolvido para apoiar ações Bolsonaro ambos os meios de comunicação e redes sociais. As recentes ações e declarações da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (ANAJURE) do Brasil para oferecer assessoria jurídica aos médicos desertores fazem parte desse plano macabro. Também outros que estiveram envolvidos na campanha contra o More Doctors são o Partido Democrata, cujas faculdades de medicina destacam-se na Associação Médica Brasileira, para citar apenas algumas.

Os sites contrarrevolucionários Diario de Cuba, CiberCuba e Radio Martí, entre outros, tornaram-se porta-vozes da mídia para as ações que realizam nas redes sociais. A estação falacioso ecoaram as declarações do Irish Annarella O’Mahony, fundador do grupo no Facebook foi “Nós não somos desertores, somos livres Cuba” para liberar na segunda-feira 19 de Stand Up programa de Cuba, que foi revelado ações o mesmo na rede do Twitter, dedicado a incitar a deserção de médicos e profissionais de saúde cubanos no Brasil.

Outra plotados no plano é o desertor médica Alioski Ramirez Reyes, auto-intitulado presidente da Associação de Cuba Livre Brasil, que ocupou o mesmo discurso anti-cubana e pediu mais apoio de organizações como Repórteres sem Fronteiras e outros.

Outra complotada e dados viajam em que, para demonizar Cuba foi o desertor Anaymaría Ponciano Vargas, formou-se em 2010 e está atualmente nos Estados Unidos, que lançou chamadas para deserção e manipulado a essência humanista da ajuda médica cubana para o Brasil.

Outro artifício dentro deste plano foi promovido pelo advogado brasileiro Jorge de Oliveira Beja, que apareceu perante o Supremo Tribunal Federal brasileiro mandado de “habeas corpus” para os 8,332 médicos cubanos que trabalham atualmente no Brasil e foram chamados de volta para seu país, eles podem permanecer em suas posições como asilados ou com vistos de residência permanente.

Para manipular a opinião pública foi utilizado o desertor Ramona Rodriguez Matos, que pediu asilo na embaixada dos Estados Unidos no Brasil depois de ser recebido chamado programa “Cuban Medical Professional Parole” dos Departamentos de Estado e de Segurança Interna criado acolher como refugiados políticos os cooperadores médicos cubanos no mundo, em qualquer embaixada ou consulado americano.

Ainda há muito a ser visto para um resultado dessa questão. Enquanto os conspiradores pretendem prejudicar Cuba, eles realmente prejudicam os cidadãos pobres do Brasil que são privados de acesso à saúde a partir de agora.

Categories: #Bolsonaro, #Conspiracion, Uncategorized, Washington | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: