Frequência de grandes tempestades pode vir a triplicar até fim do século

Condições climatéricas extremas, que causam grandes tempestades, podem vir a ser três vezes mais frequentes na Europa e América do Norte, até final do século, devido às alterações climáticas, indica um novo estudo ontem divulgado.

A investigação feita pela Universidade de Exeter, Reino Unido,  liderada por Matt Hawcroft, faz projecções sobre a frequência de ciclones extra-tropicais que provocam grandes tempestades e ventos fortes, com potencial para causar estragos sociais e económicos.
O estudo alerta, que se não houver uma redução significativa de emissões de gases, com efeito de estufa, esses fenómenos não só vão aumentar de frequência e de intensidade,  como vão atingir maiores áreas do hemisfério Norte. Publicada na revista, Environmental Research Letters , a investigação salienta que o impacto dessas tempestades junto das populações “pode ser severo”, com inundações.

Fotografia: DR

Autor: tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: