Obrigado, médicos cubanos. Até logo. De Fernando Morais

Fernando Morais é um dos escritores brasileiros mais importantes. Ele dedicou este vídeo a médicos cubanos que retornam do Brasil e o publicaram em seu blog “Nocaute”. Em The Sleepless Pupil, transcrevemos e traduzimos para nossos leitores.

Cerca de 40 anos atrás, em 1977, eu estava fazendo uma reportagem na África, na fronteira com a Mauritânia, a caminho da República Saaraui, e em uma das paradas ouvi um grupo de pessoas em uma aldeia, perto de um pequeno oásis. Uma fonte em uma aldeia que seria comparável a uma favela brasileira, eu ouvi pessoas que falavam espanhol e eu fui lá com meu guia árabe, vi que eram pessoas vestidas de branco e perguntei se eram médicos e eles responderam “sim, somos médicos, Médicos cubanos, “eu perguntei a eles:” como você está fazendo aqui? “, Eles responderam” estamos trabalhando aqui na África, ajudando os países pobres “.

Foi a primeira vez que vi o médico cubano trabalhando para o mundo. País que pode pagar, pagar, país que não pode pagar, não paga. Isso é o que é chamado internacionalismo proletário. Então, vendo o governo brasileiro forçando Cuba a tomar essa decisão, uma atitude digna, uma atitude que nos deixa orgulhosos de sermos amigos da Revolução Cubana, ao mesmo tempo nos deixa profundamente melancólicos porque sabemos quem vai pagar. esses são os pobres que estão espalhados por milhares de cidades na fronteira brasileira e os médicos fragrantes e limpos que fazem cursos caros em caras faculdades aqui no Sudeste nunca aceitarão colocar seus pés ali.

Essas pessoas, a maioria dessas pessoas nunca tinha visto um médico na vida. Há documentários, filmes, nós passamos por um documentário.

A decisão de Cuba … Bolsonaro pensou que bastava mostrar os dentes aos cubanos e eles iriam baixar as cabeças, é que eles não sabem em quem estão se metendo. Cuba durou 60 anos contra o maior poder militar, o mais agressivo que a humanidade conheceu. Cuba sofreu agressões diplomáticas, econômicas e militares por 60 anos, do outro lado do estreito da Flórida, e resistiu. Não deveria ser um governo como este no Brasil que vai fazer Cuba abaixar a cabeça.

Despedimo-me dos meus amigos, dos médicos cubanos que estão partindo e quero dizer-lhes que neste momento estamos muito envergonhados de sermos brasileiros. Um abraço apertado, não só meu, de milhões, milhões e milhões de brasileiros que têm com você uma dívida que o dinheiro não vai pagar. Muito obrigado

Anúncios
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: