Filho de Bolsonaro ataca contra #Cuba

Eduardo Nantes Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, presidente eleito do Brasil, parece sorridente em uma foto ao lado do terrorista Orlando Gutiérrez Boronat, que defende a chamada “desobediência civil” em Cuba e se envolveu em ações diretas contra a ilha.

Em seu relato da rede social Twitter, Nantes Bolsonaro, deputado federal pelo Estado de São Paulo, publicou a imagem supracitada, acompanhada do texto: “A esquerda uniu-se e gerou uma ditadura sanguinária em Cuba. É hora de se unir para desfazer a fera que eles fizeram “.

Esse tweet confirma suas intenções, seu pai e tudo certo para travar uma batalha para destruir a nação caribenha, e um capítulo foi o que fez contra os profissionais de saúde cubanos que participam no programa mais médicos.

Seu pai disse direta, depreciativa e palavras ameaçadoras contra médicos cubanos, questionando a sua preparação e condicionamento a revalidação do título como indispensável para sua permanência no programa, iniciado sob elemento presidente Dilma Rousseff.

Além disso, ele pretendia estabelecer contratos individuais como a única maneira de continuar trabalhando lá, o que implicava a quebra do acordo de cooperação tripartite entre o Brasil, a Organização Pan-Americana da Saúde e Cuba.

Como se isso não bastasse, na foto acima mencionado, tomada em Miami, seu filho surge com uma camisa com a frase “Seja legal, não ser comunista”, cuja tradução em espanhol é “ser bom (ou bom), não seja comunista “.

Gutiérrez Boronat incitou atos terroristas, como a sabotagem de aeronaves civis cubanas, e tem uma longa lista de cooperação com os serviços de inteligência dos EUA, que há décadas tentam derrubar a Revolução Cubana.

Na Cúpula das Américas no Panamá (2015), ele estrelou vários capítulos lamentáveis, como a tentativa de remover as flores colocadas pela delegação cubana para José Martí, na embaixada.

Ele tem sido ligado a personagens obscuros, como o terrorista José Basulto, membro da chamada “equipe de infiltração” da Agência Central de Inteligência, relacionada com a invasão mercenária de Playa Girón, em abril de 1961; a criação da organização Irmãos para o Resgate e a realização de ataques contra Fidel.

http://www.cubadebate.cu/especiales/2018/11/27/hijo-de-bolsonaro-coordina-en-washington-ataques-contra-cuba-y-venezuela/embed/#?secret=tnFqxGSNIh

Retirado de: Cubadebate

Anúncios
Categories: Condicionamiento, Filho Bolsonaro ataca a Cuba, MIAMI, Profesionales e la Salud, Programa Mas Medicos, Revalidacion de Titulos, Terorista Orlando Gutierrez, Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: