Governo boliviano denuncia violência da direita contra instituições do Estado

José Luis Quiroga, vice-ministro de Assuntos Internos e Polícia da Bolívia.

De Cadenagramonte

O vice-ministro de Assuntos Internos e Polícia da Bolívia, José Luis Quiroga, denunciou a violência de grupos de oposição e estudantes da Universidade Gabriel René Moreno na queima do Tribunal Eleitoral Departamental de Santa Cruz (leste).

Segundo Quiroga, o saque e a destruição de outras instituições do Estado naquela região só procuram “quebrar” a democracia no país.

Esse é o plano real que a oposição tem. Agora eu acho que há sentido nos apelos de opositores que chamaram a população para uma suposta resistência civil, declarada terça-feira em uma coletiva de imprensa televisionada nacionalmente.

Em sua opinião, a tomada de instituições que contratam violentamente grupos para destruir essas instituições públicas e os dias planejados de violência tentam destruir o que a democracia significa na Bolívia.

Um grupo de estudantes com rostos cobertos atacou diretamente as instalações do Tribunal Eleitoral Departamental de San(TED) ta Cruz, bem como a Empresa de Telecomunicações (ENTEL), os Impostos Nacionais e o Palácio da Justiça.

Quiroga comparou esses fatos com outros semelhantes que ocorreram em 2008, quando grupos separatistas da direita boliviana tentaram consolidar um golpe cívico de província, para derrubar o presidente Evo Morales.

O vice-ministro lembrou que na semana passada houve atos semelhantes de violência no Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) em La Paz, e que essas ações de grupos radicais, contratados por opositores conservadores, levaram à morte de uma mulher no município de Riberalta. em Beni.

Estamos denunciando publicamente que esse é o plano da oposição: tomar instituições e gerar violência. Eles querem feridos, querem sangue, avisou.

Por sua parte, a presidente da Câmara dos Deputados, Gabriela Montaño, descreveu o fato do “vandalismo” induzido pela oposição.

Isso leva a uma oposição equivocada na violência. Eles já causaram a morte de uma mulher trabalhadora de Riberalte. Agora eles destroem o TED Santa Cruz com vândalos. Chega de violência sem sentido! ”, Escreveu Montaño em sua conta no Twitter.

estudantes Mobilização da Universidade Gabriel René Moreno contra o binomial que permitam o Movimento ao Socialismo (MAS) nas eleições de 2019 também levou à destruição da fachada do Palácio de Justiça, na cidade de Santa Cruz.

O que a democracia está se defendendo destruindo o Corpo Eleitoral ?, perguntou Montaño em outro tweet, e afirmou: “Violenta oposição. Isso é crime !!! “

Eles relatam que os bombeiros evacuados para instalações médicas, pelo menos dez pessoas intoxicadas pela fumaça que emana ter aspirado pela queima de pneus durante os eventos.

Anúncios
Categories: ENTEL), Governo boliviano denuncia violência da direita contra instituições do Estado, Uncategorized, violência de grupos de oposição e estudantes da Universidade Gabriel René Moreno | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: