Decisão de Trump preocupa aliados.

Alemanha, França e Reino Unido, aliados dos Estados Unidos, manifestaram-se preocupados com a decisão do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar as tropas norte-americanas da Síria.

Os Estados Unidos vão retirar cerca de dois mil militares destacados na Síria para combater ao lado da coligação árabe-curda, as Forças Demo-
cráticas da Síria (FDS), contra o grupo extremista Estado Islâmico.
Os Estados Unidos assinaram, domingo, a ordem para a retirada das tropas norte-americanas da Síria, um processo que o Presidente dos EUA, Donald Trump, quer “lento e coordenado” com a Turquia.
“O decreto para a Síria foi assinado”, afirmou um porta-voz do Pentágono, sem fornecer mais detalhes.
A decisão foi criticada por numerosos especialistas, que frisam que o grupo extremista islâmico continua a controlar uma série de aldeias ao longo do rio Eufrates, no leste da Síria, onde resiste há semanas a ataques sucessivos das FDS.
A retirada das tropas norte-americanas da Síria deixará a milícia curda das Unidades de Protecção Popular (YPG) sem apoio militar, já que a Turquia ameaça atacá-la, considerando os combatentes curdos como terroristas.Donald Trump havia anunciado na passada quarta-feira que ia ordenar a retirada dos cerca de dois mil militares destacados na Síria, que combatem ao lado da coligação árabe-curda, as FDS, contra o grupo extremista Estado Islâmico.
O Presidente, contrário à presença norte-americana num conflito que considera dispendioso, disse que as tropas norte-americanas já não eram necessárias por considerar que o Estado Islâmico foi “largamente derrotado”.

Renúncia de Jim Mattis

Donald Trump anunciou que o secretário da Defesa Jim Mattis, demissionário, vai ser substituído interinamente pelo adjunto Patrick Shanahan a partir de 1 de Janeiro, mais cedo que o previsto.
“Tenho o prazer de anunciar que o nosso talentoso subsecretário da Defesa Patrick Shanahan vai assumir o cargo de secretário da Defesa interinamente a partir de 1 de Janeiro de 2019”, escreveu Trump na rede social Twitter.
O general Jim Mattis apresentou a demissão, com efeitos em finais de Fevereiro, pelo que a decisão agora anunciada pelo Presidente antecipa em cerca de dois meses a sua saída de funções.
Jim Mattis demitiu-se em protesto contra a decisão de Trump de retirar as forças nor-te-americanas integradas na coligação internacional que combate o grupo extremista Estado Islâmico na Síria.

Turquia reforça presença
A Turquia reforçou a presença militar na fronteira com a Síria, prevenindo uma eventual ofensiva do grupo Estado Islâmico após o anúncio da retirada das tropas americanas estacionadas em território sírio, foi ontem revelado.
Os Estados Unidos anunciaram a retirada de dois mil soldados norte-americanos no terreno. A iniciativa de fazer regressar as tropas partiu do próprio Presidente dos EUA, Donald Trump, e produzirá efeitos em 2019. Os norte-americanos anunciaram, entretanto, que vão manter tropas no Iraque, com capacidade de desferir ataques na Síria.
Trump prometeu que a retirada será “lenta e coordenada” com a Turquia, que avançou já com o reforço da sua presença militar nos dois lados da zona de fronteira com a Síria, procurando evitar um “vazio de poder” na região e temendo eventuais ofensivas.
Segundo notícias divulgadas em Ancara, para a zona fronteiriça de Elbeyli, na província turca de Kilis, foram encaminhadas unidades militares, canhões tipo Howitzer (canhões de cano curto) e baterias de artilharia.
O envio em comboio militar dos reforços começou no fim-de -semana, com a deslocação de  centenas de veículos militares a d’al-Bab, localidade no norte da Síria controlada pelas forças pró-turcas. Reforços foram ainda enviados para a cidade de d’Akcakale e para o distrito de Ceylanpinar, no sudeste da Turquia. As tropas americanas lideram desde 2014 a coligação internacional contra a ameaça dos extremistas na Síria.

 

Categories: #Estados Unidos, #Francia, alemanha, REINO UNIDO, SIRIA, Trump, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: