Doentes fogem do centro de tratamento do ébola.

Ministério da Saúde da RDC anunciou ontem que 24 pacientes que estavam num centro de tratamento contra o vírus ébola, em Beni, fugiram das instalações.

De acordo com as agências noticiosas, o centro foi atacado por pessoas que protestavam contra o adiamento das eleições presidenciais em algumas regiões do país.
A porta-voz do ministro, Jessica Ilunga, afirmou que os testes feitos a 17 dos 24 pacientes tinham dado re-sultados negativos para o ébola. Acrescentou que dos doentes que tinham fugido três regressaram ao centro.
O Ministério da Saúde está em contacto com 17 pacientes para os convencer a voltarem ao centro e tem as moradas e os números de telefone dos restantes quatro.
O número de mortos por contaminação do ébola nas províncias de Kivu Norte e Ituri, no leste da RDC, desde 1 de Agosto, aumentou para 354.
O Ministério da Saúde indicou que as localidades de Beni, Mabalako, Katwa e Kalunguta, na província de Kivu Norte, e Mandima, em Ituri, são as que mais mortes registaram desde que foi declarada a epidemia.
Comparativamente aos dados de 18 de Dezembro, da Organização Mundial de Saúde (OMS), morreram mais 29 pessoas até à passada segunda-feira. Os registos de casos de contaminação por ébola – a grande maioria de casos confirmados laboratorialmente-aumentaram igualmente, de 539 em 18 de Dezembro para 583 até segunda-feira.

Categories: #salud, ÁFRICA, Ebola, República Democrática do Congo, SAÚDE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: