A agenda oculta por trás de Prosur, La Paya e um circo com fantoches gerenciados pelos EUA

Claramente, a realização do Fórum para a Democracia 2019 em Santiago do Chile e o subsequente pedido de formação do Fórum para o Progresso da América do Sul (PROSUR), como tentativa de dar o golpe de misericórdia ao sonho integracionista da União de Nações da América do Sul (UNASUL), não foram apenas o que publicamente passou antes da imprensa. Uma agenda secreta foi preparada neles e foi o resultado da consumação de uma conspiração forjada meses atrás dos Estados Unidos para consolidar mais uma vez sua hegemonia na América Latina.
A intenção clara é alavancar o cerco diplomático contra a Venezuela, Cuba e Nicarágua com duas novas organizações que complementarão o trabalho da OEA e do Grupo de Lima para incentivar ações mais drásticas contra essas nações, que podem até mesmo incluir na mesa a intervenção armada contra a Venezuela e a Nicarágua em um primeiro passo e depois repetir isso contra Cuba, dependendo dos sucessos que estão alcançando no cenário convulsivo em que vivemos hoje.

Os atores desses planos podem ser divididos entre marionetistas e fantoches cujo papel tem sido diferente em termos de seu papel e submissão à chamada. Não foi difícil para a administração Trump e seu Departamento de Estado atingir seus objetivos. manipuladores de conspiração são integrados em uma força-tarefa composta por Mike Pompeo, Marco Rubio, Elliot Abrams, Kimberly Breier, John Bolton e outros funcionários de menor peso, que têm sido extremamente ativa nesse sentido.

Os bonecos estão agrupados em duas ninhadas de figuras públicas que tiveram encontros públicos e secretos com seus manipuladores embora às vezes recorreu emissários confiáveis ​​como Eduardo Bolsonaro e visitas cancilleres- bidirecionais entre os EUA e nações. Entre eles se destacam e olhar acções captaining submissa ânsia papel de vários presidentes: argentino Mauricio Macri, o Jair Bolsonaro brasileiro, Ivan Duque colombiano e chileno, Sebastián Piñera. Outros presidentes ter sido mais cauteloso e desconfiado de desmascarado publicamente, mas não parar de se deixar levar na conspiração, como no caso do peruano Martin Vizcarra, Equador, Lenin Moreno e paraguaio Mario Abdo. Point and apart foram, nesta ocasião, outros genuflexos presidentes da América Central e alguns do Caribe.

Embora aparentemente a formação de Prosur, com pouco peso e presença política deixou muito a desejar, após o seu nascimento em La Moneda e não mostra uma coesão de critérios, exceto em questões como a democracia e os direitos humanos, levanta suspeitas e preocupações. A ambição malfadada do Chile, Sebastián Piñera, impulsionado pela Vamos Chile, para exercer chefia do direito latino-americano, é sabotado por outros ambições pessoais Duque, Macri e Bolsonaro e os compromissos que Washington já estabeleceu com eles, especialmente em que vê como coparticipantes em seus planos de agressão contra a Venezuela.

Em outras fantoches segundo nível recorreu Estados Unidos para fortalecer o Fórum para a Democracia 2019, e encher as salas do antigo Congresso chileno, emitindo convites direita e à esquerda como ex-presidentes Andrés Pastrana. Álvaro Arzú e Nicolás Sarkozy; Mario Vargas Llosa, a Fabiana Rosales (esposa Guaidó), que se juntou a uma longa lista de funcionários do presente direita como Argentina senador e vice-presidente do partido Proposta Republicana, Laura Rodriguez Machado; o presidente da UPLA e candidato presidencial na Bolívia, Óscar Ortiz. Ao todo, dezenas de partidos de direita e ONGs capas obscuros dos EUA e os interesses europeus estiveram presentes no evento, cujo objetivo era também para consolidar a chamada direita organizada no americanos Partes União Latina (Upla). Era estranho, então, para ver entre os representantes presentes do Centro Venezuelano de Divulgação do Conhecimento Econômico para a Liberdade (CEDICE), Rosario Freedom Foundation, Fundación Pensar, a Rede Liberal para a América Latina (Relial), o Mont Pelerin Society , o Centro de Pesquisas e Estudos Jurídicos (CITEL) e o Equador Libre, entre outros.

Presença especial que destaca a estratégia anticubana dos conspiradores norte-americanos e da direita latino-americana, foi a presença de um seleto grupo de cubanos chamados “opositores”. De um lado, a coordenadora do projeto Cuba Decide, Rosa María Payá, que compareceu como convidada especial e com uma cobertura previamente garantida por Almagro e Marco Rubio para brilhar nas fases obscuras do Fórum, garantindo inclusive uma entrevista com Jair Bolsonaro e outros assistentes, a todos aqueles que solicitaram ações imediatas contra Cuba. Outros participantes foram os membros da chamada Assembléia da Resistência Cubana, entre os quais os renomados terroristas Luis Zúñiga e Horacio García, assim como o provocador Orlando Gutiérrez-Boronat. Eles estavam acompanhados pelo jurista pseudo-mexicano René Bolio, presidente do grupo anticomércio legal de guerra, a chamada Comissão de Justiça de Cuba.

O plano dos assistentes contra-revolucionários anticubanos era colocar Cuba no palco de futuros centros de ataque, especialmente em busca da ideia ridícula de instalar um tribunal internacional para julgar supostos crimes contra a humanidade do governo de Cuba.
Não há dúvida de que o fiasco que ocorreu no Chile, apesar de tentar fortalecer o direito na região, cumpre as mínimas esperanças de Washington ao consolidar mais um passo da guerra ideológica contra Venezuela, Cuba e Nicarágua, abrindo possibilidades para fortalecer ações punitivas contra essas nações, abençoando opções militares impensáveis.

Tirado de Descubriendo Verdades

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: