Washington: “Arranhões” entre a sua ala direita sobre a Venezuela?

Escrito por  Nicanor León Cotayo

El presidente legítimo de Venezuela, Nicolás Maduro cuenta con el apoyo incondicional de las Fuerzas Armas

O legítimo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tem o apoio incondicional das Forças Armadas
Alex Daugherty, editor da editora norte-americana Mcclatchy, apresentou ideias sobre o que, na sua opinião, são aparentes contradições internas na cena de Washington.

Ele fez isso nesta sexta-feira e teve um eco em outras fontes também interessadas na Venezuela.

O artigo publicado na capital dos EUA traz à luz algumas das nuances que caracterizam a posição em relação a essa nação sul-americana.
Ele começa apontando que, durante meses, republicanos de direita na Flórida ditaram a imagem da Venezuela.

Eles até se encontraram com Donad Trump antes de oferecer apoio público ao seu funcionário de Caracas, Juan Guaidó, “como o líder legítimo” daquele país.

O autor do artigo afirma que Trump distingue entre a situação no país latino-americano e a necessidade de tirar seus militares da Síria.
Em seguida, ele enumera fatos que, em geral, favorecem Nicolás Maduro. Como são:

O apoio de suas forças armadas, três dias depois de Guaidó, proclamou o início de sua “Operação Libertad”.

O pedido do senador de extrema direita Rick Scott, do qual as forças americanas entraram na Venezuela, e que um alto funcionário do governo declarou, “agora ou nunca”.

Por outro lado, aponta o artigo, outras vozes conservadoras próximas a Trump alertam que a intervenção militar na Venezuela “não seria uma medida adequada”.

Eu não sou o único republicano que pensa assim, e o presidente sabe que somos vários conservadores republicanos que defendem essa posição.

Isto foi afirmado durante uma entrevista dada pelo congressista republicano Matt Gaetz ao The Miami Herald.

A última, lembrou a publicação, “freqüentemente defende o presidente nos canais de notícias de televisão a cabo e fala regularmente com ele”.

Ele também esclarece que Gaetz não representa a comunidade venezuelana no sul da Flórida, como no caso dos senadores Marco Rubio e Rick Scott, além do deputado Mario Díaz-Balart.

Uma opinião generalizada indica que o “núcleo” mais difícil do atual governo dos EUA é formado por um grupo conhecido de falcões ferozes.

Entre eles destacam-se o vice-presidente, Mike Pence, o assessor de Segurança Nacional, John Bolton, o secretário de Estado, Mike Pompeo, sem esquecer o inefável Elliot Abrams.

Mas o artigo da Mcclarthy, divulgado em Washington, corrobora que não há uma posição unânime sobre a Venezuela.

 

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: