Reino Unido rejeita reforço de bloqueio dos EUA UU contra Cuba

Reino Unido rejeita o reforço do bloqueio a Cuba.   x

Reino Unido contra bloqueo hacia Cuba

Em recentes declarações, a primeira-ministra Theresa May denunciou a natureza extraterritorial do Título III da lei Helms-Burto

LONDRES, maio 9. A Campanha de Solidariedade Cuba (CSC) no Reino Unido, disse hoje que a ativação do Título III da lei Helms-Burton representa uma intensificação grave do bloqueio dos Estados Unidos contra a ilha caribenha.

Esse é um passo muito perigoso na política agressiva de Washington, porque procura desestimular as empresas de outros países que querem investir no país antilhano, assegurou Prensa Latina, diretor do CSC, Rob Miller.

Segundo o diretor da entidade, que reúne os amigos de Cuba no Reino Unido, o único objetivo perseguido pelos Estados Unidos com essa nova escalada de sanções é prejudicar a economia cubana e causar o maior sofrimento possível à população.

Em virtude da decisão adotada pelo presidente Donald Trump, desde 2 de maio, cidadãos norte-americanos podem ajuizar ações contra empresas cubanas e estrangeiras que investiram em propriedades nacionalizadas em Cuba após o triunfo da Revolução de 1959.

Até aquele momento, e desde a adoção da Lei Helms-Burton em 1996, todos os líderes dos EUA, incluindo Trump, haviam suspendido a aplicação do mencionado título.

A este respeito, Miller acolheu uma recente declaração do Governo do primeiro-ministro Theresa May, onde a natureza extraterritorial da medida é denunciado, e pediu-lhe para cumprir sua promessa de proteger as empresas e empresários britânicos a investir em Cuba.

Segundo o diretor do CSC, apesar da existência de leis destinadas a proteger os interesses das empresas nacionais em face de possíveis reivindicações extraterritoriais, várias empresas e entidades britânicas já foram multadas pelo Departamento do Tesouro dos EUA por fazer negócios. com Cuba.

A esse respeito, mencionou os casos dos bancos Open University e Lloyds e Scotland, penalizados pelo United States Asset Control Office.

É por isso que vamos fazer campanha no Reino Unido para garantir que o governo faça cumprir essas leis e proteja empresas e empresários que queiram investir legalmente na ilha caribenha, anunciou ele.

Na opinião de Miller, a implementação do Título III da Lei Helms-Burton não apenas viola a soberania cubana, mas é um assunto que diz respeito à soberania do Reino Unido.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: