John McAfee critica a propaganda contra Cuba nos meios de comunicação americanos

O gigante de programação de computadores John McAfee tem procurado comprar mantimentos em Cuba e tem algo que quer contar aos consumidores americanos notícias sobre como sua mídia retrata esse país.

Os principais meios de comunicação americanos não tiveram quase nada de bom a dizer sobre Cuba. Irritado com este fluxo interminável de negatividade, o empresário de 73 anos foi ao Twitter corrigir algumas imprecisões detectadas nos relatórios após uma turnê no sábado, 29 de junho.

“A propaganda do governo dos EUA nos diz, através do WSJ, que as pessoas em Cuba estão morrendo de fome, comendo ratos e quase se revoltando por comida”, disse a McAfee em um tweet no sábado à noite. “Eu fui em todos os lugares hoje e tudo o que pude encontrar foram barracas de comida como esta transbordando de comida. Acorde a América!

John McAfee

@officialmcafee

U.S. government propaganda tells us, through the WSJ, that people in Cuba are starving, eating rats and nearly rioting for food. Went all over today and all I could find were food stands like this overflowing with food. Wake up America!@wsjusnews

451 personas están hablando de esto

O inventor do software antivírus acompanhou sua mensagem com várias fotos que mostravam inúmeras prateleiras de supermercados cheios de frutas e vegetais frescos.

Tirado de Isla,Mia

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: