Presidente de Cuba diz que EUA pretendem reeditar seus piores momentos

O atual governo dos EUA, que despreza o multilateralismo e decidiu devolver o mundo a seus piores momentos, usando as ameaças mais impudentes, com interferência insolente e constantes ultimatos, incluindo a possibilidade de invasões, declarou publicamente, mais de uma vez, seu propósito de destruir qualquer alternativa de desenvolvimento diferente do capitalismo selvagem que tenta se desenvolver na região, disse Miguel Díaz-Canel Bermúdez.  x

Do Granma
Irene Pérez/ Cubadebate

 
O atual governo dos EUA, que despreza o multilateralismo e decidiu devolver o mundo a seus piores momentos, usando as ameaças mais impudentes, com interferência insolente e constantes ultimatos, incluindo a possibilidade de invasões, declarou publicamente, mais de uma vez, seu propósito de destruir qualquer alternativa de desenvolvimento diferente do capitalismo selvagem que tenta se desenvolver na região.

Venezuela, Nicarágua e Cuba são as nações cujos processos políticos não aceitam os monroístas da administração Trump. Eles, impedidos de cumprir suas promessas eleitorais de recuperação industrial e grandeza nacional norte-americana, mergulham em um emaranhado de mentiras ridículas para garantir que três nações latino-americanas, lutando para superar o subdesenvolvimento herdado, ameacem o poderoso império.

A novidade está nas táticas de guerra não convencional, que vão do simbólico ao real: das chamadas notícias falsas — envoltas em falsas notícias — para sabotar as redes de computadores que sustentam a vitalidade do país.

Não podemos subestimar a escalada dessas agressões. Além das ameaças, típicas dos mercadores da política, com a ascensão a posições de decisão de políticos enganosos, medíocres e criminosos, cresceram a perseguição financeira e o bloqueio comercial contra Cuba. Eles empurraram as relações precárias com o nosso país de volta ao pior nível, fabricando falsos incidentes acústicos, canalizando fundos milionários para a contrarrevolução e subversão política, criando listas mentirosas e espúrias…

Aqueles que estão agora no comando da liderança política desta nação influente mostraram que desconsideram os compromissos e instrumentos legais livremente acordados pela grande maioria dos Estados, que ignoram o direito à autodeterminação dos povos e que negam o princípio da igualdade soberana entre as nações. Eles acreditam que a vontade de seu governo pode ser imposta a outros, incluindo seus próprios aliados, através de ameaça ou punição, com a imposição de tarifas comerciais punitivas e outras medidas coercitivas e unilaterais. Eles pretendem destruir rapidamente o sistema de relações internacionais construído em torno das normas e princípios da Carta das Nações Unidas.

Eles declararam abertamente a validade e aplicação da infame Monroe Doctrine, um antigo instrumento de colonialismo, neocolonialismo e imperialismo, que questiona o direito à autodeterminação, ameaça a soberania de todas as nações da América, sem exceção, e procura intimidar o resto do mundo.

Contra Cuba a conduta dos EUA permanece apegada ao objetivo de sufocar economicamente (…) e desacreditar a Revolução, seus líderes, seu glorioso legado histórico; denegrir as políticas econômicas e sociais em favor do desenvolvimento e da justiça, liquidar as forças políticas da esquerda e dos movimentos populares e restaurar o macarthismo para tentar destruir as ideias do socialismo.

 

Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: