Venezuela chama a “arma de guerra” bloqueio dos EUA contra ele

O representante da Venezuela na ONU diz que os EUA Bloqueou os bens de Caracas seguindo o mesmo objetivo de uma intervenção militar.  x

El representante de Venezuela ante la ONU, Jorge Valero, durante una entrevista en Ginebra, Suiza, 16 de abril de 2019. (Foto: AFP)

“Esta é a aplicação de uma arma de guerra que persegue os mesmos objetivos de uma intervenção militar, que é um conjunto de medidas ilegais aplicadas extraterritorialmente, que violam o direito à paz”, disse o representante venezuelano à Organização na quinta-feira. as Nações Unidas (ONU), Jorge Valero.

O alto funcionário chavista, entrevistado pela agência de notícias russa Sputnik, denunciou desta forma a ordem executiva assinada na segunda-feira pelo presidente dos EUA, Donald Trump, para avançar com o total bloqueio econômico à Venezuela e disse que a medida viola os direitos de qualquer estado membro da ONU e sua carta fundadora.

O inquilino da Casa Branca, através do supracitado decreto presidencial, ordenou que todos os bens do governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro fossem bloqueados no país norte-americano e proibiu as empresas norte-americanas de fazer negócios com Caracas.

Em seguida, Valero ressaltou a importância de os membros da ONU rejeitarem a medida “criminosa” de Washington em favor da paz e da democracia.

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), Michelle Bachelet, por sua vez, expressou grande preocupação pelas “amplas sanções” dos Estados Unidos na quinta-feira. contra a Venezuela e advertiu que essas medidas punitivas vão agravar a crise neste país.

Valero considerou a resposta “oportuna” de Bachelet a essas novas medidas restritivas da Casa Branca contra Caracas e deixou claro que esse bloqueio tem como único objetivo afetar o bom funcionamento da economia venezuelana, uma circunstância que, segundo ele, levará a conseqüências terríveis. humanitária para o seu país.

As autoridades do país bolivariano têm advertido repetidamente sobre o impacto dos embargos dos EUA sobre seu povo. De acordo com um estudo recente, as medidas coercitivas econômicas dos EUA contra a Venezuela eles mataram cerca de 40.000 venezuelanos nos últimos dois anos.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: