Daily Archives: 15 de Agosto de 2019

CIA armou 638 planos para matar Fidel – e falhou em todos

Fidel Castro passou absolutamente incólume por mais de 600 planos de assassinato em sua vida. Quem faz essa conta é Fabián Escalante, o “anjo da guarda” de Fidel, responsável pelo serviço de contrainformação cubano e pela segurança pessoal do comandante. Foram tantas as investidas patrocinadas pela CIA nesse período que Escalante decidiu reuni-las num livro: 638 Ways to Kill Castro (638 Maneiras de Matar Castro). A obra acabou virando documentário de TV, exibido na Inglaterra pelo Channel 4.     x

 

Em visita aos EUA, em 1959, Fidel ri de manchete de um jornal: “Toda a polícia em alerta – plano para matar Castro”

Em visita aos EUA, em 1959, Fidel ri de manchete de um jornal: “Toda a polícia em alerta
– plano para matar Castro”
Tanto na telinha quanto nas páginas do livro, descobre-se que os americanos tiveram ideias incrivelmente mirabolantes para eliminar o líder cubano. Algumas jamais foram postas em prática. Outras só não mataram Fidel por sorte. O líder cubano acabaria morrendo só em 2016, aos 90 anos, de causas naturais.

“A CIA precisava eliminá-lo sem correr o risco de ser incriminada”, explicou o diretor do filme, Dollan Cannell, numa entrevista ao jornal britânico The Guardian. “Portanto, era melhor que ele não fosse assassinado de uma forma convencional, com arma de fogo.”

Já que era preciso literalmente inventar um instrumento que pudesse matá-lo, os agentes deram asas à imaginação. Um dos planos previa o envio de um charuto-bomba para Fidel, que explodiria em sua cara. O artefato até foi fabricado, mas nunca chegou perto do comandante. Além de fumar charutos, Fidel Castro gostava de mergulhar e praticar caça submarina. E a CIA viu aí, segundo Escalante, mais uma chance de emboscar o inimigo. Dois planos subaquáticos teriam sido elaborados pelos agentes.

Um deles era simples: contaminar uma roupa de mergulhador com um fungo letal. O outro, bem mais complicado: criar um molusco falso, enchê-lo de explosivos e colocá-lo à vista num recife de coral. Durante o mergulho, o comandante seria atraído por aquela criatura tão exótica. E viraria picadinho quando chegasse a certa distância. Documentos secretos liberados na administração Clinton provaram que os dois planos realmente foram traçados pela CIA – mas que, como tantos outros, não saíram do papel.

Até atentados de efeito moral passaram pela cabeça dos agentes americanos. Uma das ideias era contaminar os sapatos de Fidel Castro com tálio, um elemento químico altamente radioativo. O efeito da radiação faria cair os pêlos da barba, minando a autoconfiança do líder cubano e tornando-o mais vulnerável a outros ataques.

A CIA cogitou também espalhar um spray alucinógeno no estúdio de TV onde Fidel faria um pronunciamento à nação. Afetado pelas propriedades da substância, o comandante pagaria um mico histórico diante de toda a população, e ficaria desmoralizado demais para seguir governando. De novo, nada disso foi levado adiante.

Entre as tentativas de assassinato que ocorreram de fato, um dos casos mais famosos é o de uma suposta amante de Fidel contratada pela CIA. Num encontro íntimo, ela deveria dar um jeito de fazê-lo engolir uma cápsula de veneno. Mas as pílulas que a mulher levava na bolsa derreteram, escondidas num pote de creme para o rosto. Passar o cosmético na barba de Fidel, enquanto ele estivesse dormindo, não parecia ser boa ideia. E o plano, que tinha tudo para dar certo, acabou indo por água abaixo.

A última tentativa de matar Fidel Castro de que se tem notícia ocorreu em 2000, durante uma visita do comandante ao Panamá. Cerca de 90 quilos de explosivos, prontos para explodir, foram encontrados pelos seguranças de Fidel sob o palanque onde ele faria um discurso. Quatro homens, entre eles o exilado cubano e colaborador da CIA Luis Posada, foram presos naquela ocasião.

Uma das explicações para tantos planos de atentado é o tempo de permanência de Fidel no poder: 49 anos, de 1959 a 2008. As conspirações começaram logo após a revolução. Em março de 1960, o presidente americano, Dwight Eisenhower, já tinha aprovado um plano para derrubá-lo, que atingiria seu objetivo sem que os EUA precisassem invadir a ilha. A estratégia seria financiar a oposição a Fidel em território cubano e treinar 60 exilados, que se infiltrariam em Cuba com armas fornecidas pela agência. Se tudo desse certo, o comandante cairia em seis meses. Mas o plano não funcionou.

Assim que tomou posse na Casa Branca, em 1961, John Kennedy demonstrou especial interesse pelos planos da CIA para eliminar Fidel Castro. Foi em março daquele ano que Richard Bissell, diretor de operações encobertas da agência, apresentou-lhe a ideia de invadir Cuba por três praias localizadas na Baía dos Porcos. No mês seguinte, uma brigada composta de cerca de 1.400 exilados cubanos desembarcou na ilha. Novo fiasco, e dessa vez dos grandes, com as tropas de Fidel esmagando as forças invasoras e fazendo mais de mil prisioneiros.

Cada vez que se esquivava de uma armação, o comandante aproximava-se mais e mais da União Soviética. Em plena Guerra Fria, os EUA assistiam à construção de um regime comunista logo ali, no quintal da casa deles. Em novembro de 1961, Kennedy criou um comitê denominado Grupo Especial Ampliado e entregou a chefia ao irmão, Robert. Na prática, sua missão era uma só: eliminar Fidel.

“A CIA estava tão ocupada conduzindo aquelas ações que errou ao ver em Cuba uma ameaça crescente à segurança dos EUA”, escreveu o jornalista americano Tim Weiner em Legado das Cinzas: Uma História da CIA. O novo diretor da agência, John McCone, tinha assumido o cargo naquele mês e não sabia dos planos arquitetados pelo antecessor, Allen Dulles, e seu subordinado Richard Bissell. Disse ao presidente que apenas uma guerra derrubaria Fidel. E que a CIA não estava pronta para essa guerra. Kennedy ignorou o alerta e permitiu que os planos para assassinar o líder cubano seguissem em frente.

Determinada a eliminar Fidel, a central de inteligência acabaria se associando à máfia. Em abril de 1962, o gângster John Rosselli recebeu em Miami cápsulas contendo uma bactéria assassina. Elas deveriam ser dissolvidas no café ou no lenço do comandante. Só que o plano, para variar, não deu certo.

No ano seguinte, a agência recrutou um ex-revolucionário para dar cabo do líder. Rolando Cubela havia lutado ao lado de Fidel em Sierra Maestra e, àquela altura, ocupava um cargo no governo. Os agentes prometeram-lhe a arma que ele quisesse. Cubela escolheu um rifle com mira telescópica. Jamais recebeu a encomenda.

No dia 22 novembro de 1963, antes de o atentado ser consumado, o presidente Kennedy foi assassinado enquanto desfilava em carro aberto pelas ruas de Dallas, no Texas. Quem assumiu seu lugar na Casa Branca foi o vice, Lyndon Johnson, que nada sabia sobre os planos da CIA para eliminar Fidel.

“Poucas pessoas sabiam”, escreveu Tim Weiner. Quase quatro anos mais tarde, em 1967, o FBI (polícia federal norte-americana) entregou a Johnson um relatório que confirmava: a CIA tinha planejado várias vezes a morte de Fidel Castro e chegou a contratar os serviços da máfia para alcançar seu objetivo. O presidente teria comentado: “John Kennedy queria pegar Castro, mas Castro pegou Kennedy primeiro”.

Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

O fogo começou a arder… 

“O fogo da economia real está ardendo em seu traseiro e chegará o momento em que será em vão Bolsonaro tirar o corpo fora e botar a responsabilidade nos outros, seus ou não”

Por Marco Campanella*

 Bolsonaro quer empurrar para Guedes o fracasso de seu governo 
 
Bolsonaro quer empurrar para Guedes o fracasso de seu governo
Perguntado por um repórter, recentemente, sobre a mediocridade dos índices que medem o desempenho da economia nacional, apurada em pesquisa da lavra do jornal Folha de S. Paulo, Bolsonaro respondeu: “Pergunte ao Paulo Guedes, pergunte ao Paulo Guedes, outra pergunta”, esquivando-se.

Bastante compreensível a postura.

Os indicadores econômicos confirmados esta semana pelo Banco Central apontam que o país entrou em recessão técnica (termo que acaba ocultando a situação factual), resultante de dois trimestres seguidos de estagnação.

A produção industrial física desabou – 5,9% em junho na comparação com junho de 2018. A queda de -0,6% na produção em junho em relação a maio (-0,1%) levou a indústria brasileira ao segundo mês negativo seguido. É o quarto resultado negativo no ano.

O número de famílias endividadas aumentou em julho, atingindo 64,1% dos lares brasileiros, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Mais 100 mil na Marcha das Margaridas por direitos e contra Bolsonaro

A Esplanada dos Ministérios foi colorida pelo lilás das Margaridas nesta quarta-feira (14). Em sua 6ª edição, a Marcha das Margaridas reuniu este ano mais de 100 mil trabalhadoras do campo, das florestas e das águas em defesa de seus direitos e contra os desmontes do governo de Jair Bolsonaro. É a primeira vez que o grupo não traz uma pauta a ser entregue ao governo, mas uma plataforma política, onde aponta o modelo de sociedade que as mulheres defendem.   x

Por Christiane Peres, do PCdoB na Câmara

 
 
 

Com palavras de ordem, faixas e camisetas, as participantes da Marcha demonstravam seu descontentamento com os rumos do governo em diversas áreas.

“Não dá para negociar com governo que retira direitos. Por isso, este ano apresentamos uma plataforma que anuncia qual é o modelo de sociedade que as mulheres defendem. Esse documento tem a cara das mulheres de todo o Brasil”, afirma a coordenadora da Marcha, Mazé Morais, da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

“O projeto de Brasil pelo qual lutamos é feminista e agroecológico, e que se coloca contra o sistema capitalista, sexista, racista, que reproduz profundas desigualdades no Brasil e no mundo e tem se aprofundado na atual conjuntura diante de um governo da extrema direita que se apoia num modelo econômico neoliberal e de valores conservadores”, completou. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Maduro denuncia novo plano de assassinato na Colômbia

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou hoje uma nova conspiração organizada na Colômbia para ameaçar sua vida e a de outros líderes da Revolução Bolivariana.  x

  De Prensa Latina

Maduro denuncia nuevo plan de magnicidio gestado en Colombia

Em um discurso do Palácio de Miraflores (sede do Executivo), ele destacou o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe como um dos envolvidos nesses planos desestabilizadores, em cumplicidade com os líderes da extrema-direita venezuelana.

A conspiração incluiria a participação do embaixador colombiano nos Estados Unidos, Francisco Santos, e do fugitivo da justiça venezuelana, Lester Toledo, disse o chefe de Estado.

Maduro explicou que Uribe, Santos e Toledo discutiram na casa do primeiro um plano para entrar com 32 mercenários com o objetivo de perpetrar o assassinato de vários membros da alta liderança política do país sul-americano. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Acnur pede à Europa que receba migrantes e refugiados abandonados no Mediterrâneo

O enviado especial da Acnur para o centro do Mediterrâneo, Vincent Cochetel, disse que é uma corrida contra o relógio, já que tempestades são esperadas nessa área.  X

Os braços abertos pegando naufrágios

El Open Arms recogiendo a naúfragos

GENEBRA, 13 de agosto – O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) pediu aos governos europeus que hospedem 507 migrantes e refugiados encalhados no Mar Mediterrâneo, a bordo de navios de resgate.

“Muitos são sobreviventes de abusos horríveis na Líbia e vêm de países que geram refugiados. Todos eles precisam de assistência humanitária e alguns já expressaram sua disposição de solicitar asilo ”, disse a agência da ONU em um comunicado.

O enviado especial da Acnur para o centro do Mediterrâneo, Vincent Cochetel, disse que é uma corrida contra o relógio, já que tempestades são esperadas nos próximos dias ea situação a bordo dos dois navios (Open Arms e Ocean Viking) certamente piorará, Relatórios da Prensa Latina. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Cabello lembra a oposição que “AN se eliminou”

O presidente da Assembléia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela rejeita a campanha da oposição sobre a eliminação da Assembléia Nacional (AN).  X

Cabello recuerda a oposición que “AN se ha eliminado ella sola”

 

“Estamos fechando a Assembleia Nacional? (…) Não vamos eliminá-lo, o AN é eliminado por si só, é absolutamente incompetente, ilegítimo, desprezado ”, declarou o presidente do ANC, Diosdado Cabello, durante seu programa Com o Convés, transmitido na quarta-feira. pela rede estatal VTV.

Em 5 de janeiro de 2016, o Supremo Tribunal de Justiça (TSJ) declarou à AN ou ao Parlamento, de uma maioria de oposição, com desprezo por ignorar uma sentença proferida pelo órgão judicial máximo de não juramento de deputados por ter incorrido crimes eleitorais.

Segundo o político chavista, a AN se auto-eliminou “devido às ações intervencionistas que vem executando desde que o Poder Legislativo assumiu a oposição”. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Trump ameaça o México com a retirada da certificação de medicamentos

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaça o México com a obtenção da certificação na luta contra as drogas, mas não impede o tráfico de armas para seu vizinho do sul.  X

Donald Trump voltou para a acusação contra o México. Ele apontou como um dos 22 países do mundo com a maior produção de drogas. Se o México não interromper o tráfico de drogas para os Estados Unidos, esse país bloqueará ajuda financeira e empréstimos de organizações multilaterais. Trump segue o mesmo caminho que ele tomou com a migração: ele ameaça o México para obter benefícios. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Senadores pedem a Trump por medidas de controle de armas em vez de parede

Los senadores demócratas Chuck Schumer (dcha.) y Patrick Leahy en Washingron, la capital de EE.UU., 12 de febrero de 2019. (Foto: AFP)

Dois senadores dos EUA Eles pedem ao presidente Trump para usar os fundos que ele pediu para o muro da fronteira com o México para controlar armas.  x

Os proeminentes senadores democratas Chuck Schumer e Patrick Leahy pediram ao presidente dos EUA, Donald Trump, que retirasse seu pedido de US $ 5 bilhões para construir o muro fronteiriço e trocá-lo por um pedido de dinheiro para iniciativas mais importantes, como a luta contra violência armada, após os tiroteios mortais nas últimas semanas no país norte-americano.

Por carta, os legisladores asseguraram ao presidente republicano que ele não tem apoio suficiente no Congresso para que seu pedido de financiamento do muro fronteiriço seja incluído no orçamento federal para o ano fiscal 2020, que começa em 1º de outubro. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

As cinco grandes mentiras do governo dos EUA sobre o Irã

Uma mídia expõe as mentiras do governo dos EUA sobre o Irã e pede a jornalistas independentes que lutem contra essa campanha de desinformação.   x

El presidente de EE.UU., Donald Trump, habla ante periodistas en un aeropuerto en Nueva Jersy, 13 de agosto de 2019. (Foto: AFP)

Em um artigo publicado na quarta-feira, o portal norte-americano The Intercept listou algumas das mentiras divulgadas pelo governo norte-americano, presidido por Donald Trump, sobre a República Islâmica, especialmente no que diz respeito ao “programa nuclear pacífico”. País persa

Primeira mentira: “O Irã está construindo armas nucleares”

O governo Trump acusou Teerã sem tentar construir armas nucleares; uma acusação infundada ecoada pelo primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

“Falar sobre o programa de armas nucleares do Irã é uma grande mentira”, ressalta o artigo escrito por Mehdi Hasan, jornalista e famoso apresentador da rede de televisão Qatari Al Jazeera.

Até mesmo os serviços de inteligência dos EUA repetidamente admitiram a natureza pacífica do programa nuclear iraniano, enfatiza a nota, e depois menciona as declarações feitas em janeiro passado pelo então diretor da Inteligência Nacional dos EUA. (DNI), Dan Coats, que rejeitou a advertência de Trump sobre a “ameaça iraniana” por “não se basear na realidade”. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Maduro apela ao fortalecimento de laços de “irmandade” com o Irã

O presidente Nicolás Maduro destaca os laços “diplomáticos” e “fraternais” que unem a Venezuela ao Irã, recebendo o novo embaixador persa em Caracas.  x

Maduro llama al fortalecimiento de lazos “de hermandad” con Irán

Maduro recebeu o novo embaixador iraniano em Caracas (capital da Venezuela) na quarta-feira, Hoyatollah Soltani, na sala Sol del Perú do palácio presidencial de Miraflores. O vice-presidente venezuelano, Delcy Rodríguez, também esteve presente nessa reunião.

“Recebi do Excelentíssimo Hoyatollah Soltani as credenciais que o credenciam como embaixador da República Islâmica do Irã em nossa Pátria. Fortalecemos as relações diplomáticas e de fraternidade entre nossos povos. Viva a união entre o Irã e a Venezuela! ”, Disse o presidente venezuelano em sua conta no Twitter.

Ao chegar ao Palácio de Miraflores, Soltani foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, que se reuniu na segunda-feira com o diplomata iraniano e recebeu uma cópia de suas credenciais. Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: