Macri muda seu ministro da Economia para enfrentar eleições

O terceiro Ministro da Economia assumiu na Argentina em menos de 4 anos. Um contexto de crise política que pode ter impacto no próximo processo eleitoral.  x

Este é Nicolás Dujovne, um painelista econômico da mídia corporativa que se tornou o ministro da Economia, que teve que renunciar após os resultados das eleições primárias. Ele era o operador do endividamento argentino com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Neste contexto, o Presidente Mauricio Macri nomeou Hernán Lacunza para servir como ministro. Com o dólar, taxas de juros e risco país, nas taxas mais altas.

Um novo ministro da Economia que assume dois meses das eleições presidenciais, e que serviu com a mesma posição na província de Buenos Aires, onde deixou uma dívida de milhões de dólares em moeda norte-americana.

Uma série de medidas de emergência tentará ser um paliativo para as classes mais desfavorecidas, em um sentido contrário às decisões econômicas anteriores, o que levou a coalizão governante a perder as eleições primárias em 15 pontos.

Sebastián Salgado, Buenos Aires.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: