Cuba convoca a Reunião Anti-Imperialista de Solidariedade, pela Democracia e Contra o Neoliberalismo

Por Nuria Barbosa

Para discutir a articulação necessária entre movimentos, organizações e grupos, cujos eixos de luta são o confronto com o imperialismo, o Capítulo Cubano de Movimentos Sociais convoca a Reunião Anti-Imperialista de Solidariedade, pela Democracia e contra o Neoliberalismo, do 1º. a 3 de novembro na capital Palácio das Convenções

O membro do Bureau Político do Partido Comunista de Cuba, Ulises Guilarte de Nacimiento, secretário geral da Central de Trabalhadores de Cuba, catalogou a reunião como um exercício de ampla e massiva mobilização da opinião pública e dos interlocutores do mundo à esquerda e à esquerda. regional para apoiar nossa Revolução.

“Cuba é mais uma vez um ponto de encontro para aqueles que defendem a paz, a solidariedade entre os povos, a justiça e a democracia, sustentados por um verdadeiro poder das massas progressistas”, disse o líder cubano e destacou que o evento deve mudar seus debates. e trocas em uma plataforma de denúncia concreta do brutal bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto unilateralmente pelo governo dos EUA.

Ele disse que será uma oportunidade para construir e fortalecer a unidade das forças em uma continuidade de luta em direção à transformação sistêmica contra a ofensiva que o capitalismo, o neocolonialismo, o racismo e outras formas de discriminação.

Ele refletirá sobre como enfrentar a guerra da mídia que o neoliberalismo e o imperialismo lançaram; sobre nossas estratégias de comunicação, com conceitos criativos na maneira de inserir informações.

No evento, cinco comissões de trabalho serão realizadas para reunir opiniões e iniciativas contra a política externa de guerra da Casa Branca, que desencadeia conflitos em todas as áreas geográficas do planeta. Uma galeria aberta será realizada em um bairro de Havana e uma comissão de trabalho se reunirá na Escola Latino-Americana de Medicina sobre as contribuições solidárias de Cuba na formação acadêmica dos jovens do mundo.

Espera-se a representação de mais de mil delegados de todo o planeta, juntamente com o Capítulo Cubano de Movimentos Sociais, composto por organizações do país, como os Comitês de Defesa da Revolução, a Associação Nacional de Pequenos Agricultores, a Federação de Mulheres Cubanas, o Movimento Cubano pela Paz e o Centro Martin Luther King, entre outros.

Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: