Os Estados Unidos violaram o espaço aéreo venezuelano 54 vezes durante o mês de setembro

Almirante Remigio Ceballos, Comandante Operacional Estratégico das Forças Armadas Nacionais da Bolívia (CEOFANB). Foto: EFE

As Forças Armadas Nacionais Bolivarianas da Venezuela relataram neste domingo como uma denúncia que, em setembro, detectaram 54 vôos de aviões americanos de “exploração radioeletrônica”, que violaram no espaço aéreo venezuelano.

“Conseguimos detectar aeronaves, apenas neste período de 30 dias, mais de 54 aeronaves em exploração, aeronaves americanas, no espaço FIR (região de informações de voo) de Maiquetía e outras áreas”, disse Remigio Ceballos, chefe do Comando Estratégico Operacional da FANB (Ceofanb).

Em uma mensagem publicada nas redes sociais do Ceofanb, Ceballos disse que entre os vôos detectados havia uma aeronave EP-3 que estaria “fazendo exploração radioeletrônica” na fachada atlântica do país sul-americano.

Segundo Ceofanb, as aeronaves foram “capturadas por radares” do Comando de Defesa Aeroespacial Global (Codai) como parte das atividades relacionadas a exercícios militares, denominados Venezuela Soberania e Paz, que ocorreram entre 10 e 28 de setembro .

É a quarta vez no ano que as autoridades venezuelanas denunciam a incursão de aviões dos EUA na região de informações de voo (FIR) de Maiquetía, no centro-norte da Venezuela e onde está localizado o principal aeroporto do país.

O governo de Nicolás Maduro denunciou em 22 de julho que um avião espião americano fez uma incursão no espaço aéreo venezuelano, em meio aos sinais cruzados entre os dois países para um episódio semelhante que ocorreu na sexta-feira, 19 de julho, na região de vôos de Maiquetía.

No caso de 19 de julho, de acordo com a versão do governo venezuelano, uma aeronave Sukhoi SU-30 fabricada na Rússia interceptou e expulsou uma aeronave americana dos céus da Venezuela.

O Comando Sul dos Estados Unidos disse então que sua aeronave EP-3 “estava cumprindo uma missão reconhecida e aprovada no espaço aéreo internacional sobre o Mar do Caribe” e que a aeronave venezuelana “a seguiu agressivamente”.

Então, em 1º de agosto, as Forças Armadas do país sul-americano alegaram ter detectado uma aeronave EP3 da aviação dos Estados Unidos.

(Com informações da EFE)

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: