Declaração do Ministério das Relações Exteriores de Cuba contra o golpe de estado em andamento na Bolívia

Em 20 de outubro, em um dia de eleição caracterizado por ampla participação popular, o povo boliviano elegeu, como Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, o irmão Evo Morales Ayma. A histórica vitória de Evo, contra as manobras da direita interna e regional, o imperialismo e uma intensa guerra da mídia, também é um triunfo de toda a Grande Pátria.

Desconsiderando as instituições eleitorais e o mandato popular expresso nas pesquisas, setores da oposição boliviana, com o apoio e a liderança dos EUA. e das oligarquias regionais, eles lançaram um golpe de estado com o objetivo de escapar do povo boliviano do resultado eleitoral. A estratégia do golpe de oposição desencadeou dias intensos de violência naquele país, que custaram mortes, centenas de feridos e condenaram expressões de racismo em relação aos povos originais.

O presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, declarou que está em curso um golpe de estado contra o legítimo presidente da Bolívia e que a oposição se recusa a reconhecer sua derrota nas pesquisas e vai para a violência e a violência. força contra a ordem constitucional.

Denunciamos com veemência o atual golpe de estado contra o legítimo Presidente da Bolívia e exortamos todos os setores envolvidos a interromperem essa manobra perigosa, que constitui uma ameaça à estabilidade da Bolívia e de toda a região.

Apoiamos o apelo do presidente Evo Morales Ayma, que em uma demonstração de equanimidade e estatura política, convocou as forças políticas para uma mesa de diálogo pela paz na Bolívia, convocou os organizadores de protestos violentos para uma “profunda reflexão” e instou o povo a se mobilizar para defender a democracia.

Expressamos o firme apoio do governo e do povo cubanos ao irmão Evo Morales Ayma, o legítimo presidente eleito da Bolívia e ao processo de mudança que isso leva a favor da grande maioria, que mostra sucessos inegáveis ​​em um crescimento econômico admirável e nos avanços extraordinários conquistas sociais, em particular a reivindicação dos povos nativos. Conclamamos a Comunidade Internacional a apoiar a legalidade e a paz, observando o Direito Internacional e os postulados da Proclamação da América Latina e do Caribe como Zona de Paz e condenando a aventura de golpe do imperialismo e da oligarquia. .

Havana, 9 de novembro de 2019

 

Publicado por tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: