Equador encerrará acordos de saúde com Cuba, anuncia ministro do Governo

A Ministra do Governo do Equador, María Paula Romo, informou que pelo menos 400 médicos cubanos serão substituídos por profissionais equatorianos. Foto: O Universo.

Pelo menos 400 médicos cubanos seriam substituídos por profissionais equatorianos, após o término do acordo entre o governo equatoriano e o governo cubano, sobre questões de saúde, conforme declarado na terça-feira pela ministra do Governo do Equador, María Paula Romo.

No Ministério da Saúde Pública, esses acordos foram substituídos. Esta última decisão refere-se a aproximadamente 400 vagas, disse Romo.

Os acordos entre Equador e Cuba datam de 2013, durante uma visita a Cuba pelo então presidente Rafael Correa.

O Ministro do Governo ressaltou em entrevista coletiva do Palácio Carondelet, que nos dias anteriores à crise de outubro passado, cerca de 250 pessoas de nacionalidade cubana com passaporte oficial entraram no Equador.

Segundo o ministro, eles teriam descoberto com a embaixada cubana e, na maioria dos casos, se refere aos médicos cubanos que estão no país sobre esse tipo de acordo.

(Com informações do Universo)

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: