Eurodeputado chama ofensor do adversário cubano e denuncia manobra

Estrasburgo, França, 28 de novembro (Prensa Latina) O eurodeputado Manuel Pineda descreveu hoje o opositor cubano José Daniel Ferrer aqui como um criminoso e denunciou uma manobra de direita no Parlamento Europeu para atacar a ilha, em clara subordinação aos Estados Unidos.

Ao falar em uma sessão plenária dedicada a discutir casos de violações de direitos humanos, ele alertou que a direita e a extrema direita ainda não aceitam que “a infame posição comum de Aznar acabou, e eles insistem em agir como mordomos de Trump. “

Hoje eles nos trazem um texto no qual instrumentalizam a detenção e o processo judicial com todas as garantias de um criminoso acusado de seqüestro e com uma longa história de crimes, incluindo uma surra de sua ex-esposa grávida, disse ele sobre a resolução urgente apresentada sobre a situação de Ferrer e os direitos humanos em geral em Cuba.

Segundo Pineda, na maior parte das Antilhas, a oposição age com total normalidade, ao contrário de países como Colômbia, Chile, Equador e Bolívia, após o golpe de Estado, onde é perseguido, reprimido, detido e às vezes morto.

Você não encontrará imagens da polícia cubana fazendo o que vemos diariamente nessas ‘democracias exemplares’, destacou o deputado espanhol no Parlamento Europeu.

Ele também considerou ridículas as declarações dos oradores que o precederam, para defender a iniciativa anticubana, sobre a suposta interferência da ilha na América Latina.

A única intervenção de Cuba na região e em outras partes do mundo é com tropas de professores e médicos, não como os Estados Unidos no Iraque, Líbia e Síria, que parecem pouco interessar aos autores deste texto.

Pineda instou a assumir que “Cuba existe” e a apoiar um relacionamento com o país do Caribe.

“Seja simplesmente democratas”, afirmou.

Deputados como Hermann Tertsch e Leopoldo López Gil, pai do oponente e fugitivo da justiça venezuelana de mesmo nome, mostraram aqui uma postura agressiva contra a ilha e, além de defender a resolução sobre Ferrer, pediram para usar o Acordo de Diálogo como mecanismo de pressão Política e cooperação entre Cuba e a União Europeia.

wmr

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: