EUA continua ataques contra Cuba por solidariedade com a Venezuela

A nova ação é adicionada às medidas impostas unilateral e ilegalmente pelo governo presidido por Donald Trump contra os dois países.

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos (EUA) continua sua política agressiva contra Cuba, depois de adicionar nesta terça-feira à empresa Corporación Panamericana S.A. à sua lista de entidades sancionadas por sua solidariedade com a Venezuela.

La medida anunciada por el Departamento del Tesoro busca sancionar entidades para evitar que siga la colaboración que existe entre Cuba y Venezuela.

A ação se soma às medidas impostas unilateral e ilegalmente pelo governo presidido por Donald Trump contra os dois países, o que prejudica o desenvolvimento de seus respectivos povos.

Segundo comunicado divulgado pela instituição, a referida empresa é de propriedade da Cubametales, outra empresa sancionada em 3 de julho para impedir que a ilha do Caribe importe petróleo da Venezuela.

Além disso, a decisão busca negar recursos ao país sul-americano, no âmbito de sua tentativa de conseguir a saída do presidente eleito constitucionalmente, Nicolás Maduro.

A nova medida exige que os ativos nas mãos das entidades mencionadas sejam reportados ao Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC), bem como qualquer um que lhes pertença em mais de 50% e esteja nos EUA. ou dirigido por americanos.

Cuba repudia ameaças e interferências dos EUA

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, repudiou nesta terça-feira a nova tentativa do governo dos EUA de intimidá-los e aplicar sua política de interferência contra a ilha.

Por meio de sua conta no Twitter, o presidente reiterou que “é deplorável que ele exorte seus diplomatas a violar o direito internacional e as leis dos Estados Unidos”.

Por seu lado, o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, denunciou que o Secretário de Estado, Mike Pompeo, entrará em contato com a Embaixada dos EUA em Havana (capital cubana) para “intervir nos assuntos internos de um país soberano que não o permitirá.

Ele também reiterou que essas ações são ilegais pela delegação diplomática dos EUA. que está em Cuba, que viola a Convenção de Viena e visa ameaçar a ordem constitucional da nação do Caribe.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Alianza Bolivariana de los Pueblos de Nuestra América-Tratado de Comercio de los Pueblos (alba-tcp, bloqueio econômico, BLOQUEIO VS CUBA, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Trump procura reforçar o bloqueio, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: