Máscaras para José Daniel Ferrer (+ VÍDEO)

Escrito por  Edmundo García

Máscaras para José Daniel Ferrer (+ VIDEO)

A vergonha de Palmarito del Cauto é vestida por seus manipuladores, um prisioneiro, torturado por uma mesa a serviço da Segurança do Estado, que avançou contra sua frente massacrada.

Amanhã será comemorado no mundo no dia da Maçonaria, os irmãos dessa fraternidade o fazem com alegria e orgulho. Devo esclarecer que sou um neófito no interior das ordens, mas também que tenho amigos maçons e com eles sempre recebi apoio e apoio. Solidariedade, por outro lado, nos meus dias mais sombrios, em Miami e Havana, tenho uma grande gratidão porque, sem ser um deles, eles me trataram como se eu estivesse no afeto deles.

Em Cuba, para esses dias de celebração, os maçons chegaram dos EUA. eles confraternizam com seus iguais cubanos, mas o diabo está nos detalhes; um meio financiado pela USAID anexado ao Departamento de Estado dos EUA, publica um artigo que revela que o criminoso comum se torna um oponente e financiado, dirigido e fantoche dos setores radicalmente anticubanos e pró-Trump, é um maçom, não importa o que revelação tão oportuna para os dias em que o mencionado foi desmascarado publicamente por seus atos criminosos característicos da máfia camorra, o que está por trás?

Você não precisa se formar na Universidade de Georgetown para vê-lo, não quando tiver a experiência de conhecer o pássaro através do cagá nessas pistas. Devemos lavar o rosto de José Daniel Ferrer, apresentá-lo como um pacifista, prisioneiro político, combatente da liberdade, homem de Deus, bom marido, pai, filho, amigo, patriota, um desperdício de virtudes com as quais a vergonha de Palmarito del Cauto ele está vestido por seus manipuladores, um prisioneiro, torturado por uma mesa a serviço da segurança do estado, que avançou contra sua frente abatida, por ordem de Quinones, todo o verniz para que o mercenário não pareça um membro abusivo de gangue de seus subordinados, Tudo, até um pedreiro.

Penso na maçonaria de Marti e Maceo, a dos maçons que comemoram seu encontro e não posso deixar de pensar; Algum dia seremos surpreendidos pelo maquinário das máscaras com um pedido de santidade na vida para o impostor? . Respeite uma irmandade que tenha sido e esteja cheia da generosidade e grandeza de tantas pessoas ilustres, porque, como diz o suculento sucu pinero: As majases não têm caverna, Felipe Blanco as cobriu.

Extraído do Facebook de Edmundo García

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: