Os conservadores liderados por Boris Johnson ganhar a eleição com a promessa de completar o Brexit Publicado:

O Partido Conservador do Reino Unido, presidido pelo primeiro-ministro Boris Johnson, conquistou a maioria dos votos nas eleições e ocupa pelo menos 326 cadeiras dos 650 da Câmara dos Comuns.

Essas eleições não foram tanto de ‘histórias’ contra o Partido Trabalhista, mas de ‘desistências’ contra ‘permanentes’ na questão do Brexit. Isso não significa, no entanto, que os votos de quinta-feira possam ser considerados puramente um novo referendo no Brexit ou uma repetição virtual do referendo, já que diferentes partidos oferecem posições diferentes sobre o assunto e a votação é distribuída de forma mais complexa. .

Johnson procurou obter a saída do Reino Unido da União Europeia em 31 de janeiro, enquanto o líder trabalhista Jeremy Corbyn propôs renegociar os termos do Brexit com a UE e repetir o referendo.

Além do Brexit
Embora a desconexão do Reino Unido da UE seja uma questão central, decisiva e completamente inevitável nessas eleições, há outras questões em discussão, às quais foi prestada atenção durante a campanha.

Um deles é a defesa do NHS (Serviço Nacional de Saúde), o serviço nacional de saúde do Reino Unido, no âmbito de negociações com outros países. Especificamente, eles acusam Boris Johnson de estar disposto a “vender” a saúde pública a investidores estrangeiros, no contexto de uma negociação hipotética com os EUA. frente ao estabelecimento de sua política de comércio exterior. Johnson, enquanto isso, nega veementemente essa acusação e a atribui a uma suposta manobra dialética do líder trabalhista para escapar da ambiguidade de sua posição contra o Brexit.

O aquecimento global e a emergência ecológica envolvida também marcaram a campanha eleitoral britânica. Enquanto a maioria dos partidos exibe suas propostas para combatê-lo, os Conservadores e o Partido Brexit evitaram o assunto.

Essa atitude ilusória foi retratada na ausência de ambas as formações em um debate sobre mudanças climáticas organizado por uma televisão britânica. Os púlpitos reservados para esses representantes na televisão estavam simbolicamente ocupados com esculturas de gelo que derreteram com o progresso do debate, em uma alegoria visual significativa que se referia ao derretimento das calotas polares.

Categories: #Al Qaeda, Associated Press, #CIA, #cuba, #EEUU, estados unidos, MSNBC, NBC,#Reino Unido, #Rusia, Universidad de Lincoln, William Arkin, BREXIT, REINO UNIDO, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: