Pentágono se recusa a evacuar transportadoras americanas afetadas pelo COVID-19

POR:

O Pentágono se recusa a evacuar o porta-aviões americano Theodore Roosevelt, cujos membros da tripulação são severamente afetados pelo surto de coronavírus.

“Acho que não chegamos a esse ponto”, respondeu Mark Esper, secretário de Defesa dos EUA (Pentágono), na terça-feira, a uma pergunta da rede de televisão da CBS sobre um pedido de evacuação de membros do porta-aviões já atracado. a ilha de Guam.

Anteriormente, o capitão do USS Theodore Roosevelt, Brett Crozier, havia alertado sobre a grave situação devido ao surto do novo coronavírus entre sua equipe de 4.000 tripulantes e pediu para remover a maior parte do pessoal do navio em Guam para colocá-los em quarentena.

“Não estamos em guerra. Os marinheiros não precisam morrer “, escreveu Crozier em uma parte de sua carta de quatro páginas ao Pentágono, alertando depois que” a disseminação da doença está em andamento e se acelerando “.

O chefe do Pentágono, no entanto, subestimou o pedido de Crozier e se limitou a comentar que “muitos equipamentos e assistência estão sendo enviados ao porta-aviões de Guam”, além de “reforços do pessoal médico e que ele tem o prazer de informar que nenhum dos estão gravemente doentes ”.

De acordo com o saldo oferecido pela mídia norte-americana, mais de 100 casos do novo coronavírus, conhecido como COVID-19, foram confirmados entre a tripulação do porta-aviões mencionado, e isso pode aumentar devido às “limitações de espaço do navio”.

“Se não agirmos agora, deixaremos de cuidar adequadamente de nossos recursos mais valiosos, nossos marinheiros”, afirmou a CBS, segundo o capitão do USS Theodore Roosevelt.

O alto comando dos EUA cancelou a maioria dos exercícios militares em face da pandemia. Além disso, na semana passada, o Pentágono congelou o envio de tropas ao exterior por um período de 60 dias, para mantê-las em casa no meio da batalha contra o COVID-19.

EUA Ele lidera a lista dos países com os mais infectados do mundo. De acordo com o último balanço oferecido pela Universidade Johns Hopkins (Baltimore, EUA), quase 188.000 pessoas infectadas com o coronavírus foram registradas até agora no país norte-americano, das quais 3.873 morreram.

O que exacerbou a disseminação do COVID-19 nos EUA, segundo vários analistas, é que o sistema de saúde e os hospitais do país não estão preparados para lidar com a disseminação do novo coronavírus.

O jornal local The New York Times (NYT) alertou em meados deste mês de março que o novo coronavírus poderia afetar entre 160 e 214 milhões de americanos e matar até 1,7 milhão de pessoas.

Publicado por tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: